Brasil

Bolsonaro e Haddad se enfrentam no 2º turno das eleições

Candidatos de PSL e PT foram os mais votados neste domingo (7). Segundo turno está marcado para o próximo dia 28 e definirá quem governará o país de 2019 a 2022

Candidatos de PSL e PT foram os mais votados neste domingo (7). Segundo turno está marcado para o próximo dia 28 e definirá quem governará o país de 2019 a 2022

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) decidirão no segundo turno quem será o presidente do Brasil pelos próximos quatro anos, segundo os dados de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgados na noite deste domingo (7). Eles disputam a Presidência pela primeira vez.

Com quase todas as urnas apuradas, Bolsonaro tinha quase 50 milhões de votos, e Haddad superava os 30 milhões. O terceiro colocado, Ciro Gomes (PDT), somava pouco mais de 13 milhões.

Esta é a oitava eleição presidencial por meio do voto direto desde a redemocratização, no fim da década de 1980. O vencedor governará o Brasil de 1º de janeiro 2019 a 31 de dezembro de 2022.

O resultado do primeiro turno quebrou a polarização entre PT e PSDB na eleição presidencial. Nas últimas seis eleições, os dois primeiros colocados foram dos dois partidos, com duas vitórias do PSDB (1994 e 1998) e quatro do PT (2002, 2006, 2010 e 2014).

Após a confirmação do resultado, Bolsonaro afirmou que o Brasil não pode “dar mais um passo à esquerda” porque, segundo ele, está “à beira do caos. Ele falou em “unir o nosso povo, unir os cacos que nos fez o governo da esquerda no passado”.

Haddad também se referiu à necessidade de união. “Queremos unir as pessoas que têm atenção aos mais pobres desse país tão desigual”, declarou. O presidenciável do PT disse que, para isso, contará com “uma única arma: o argumento”.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: G1

5 comentários

  1. João Batista Coelho disse:

    Na minha opinião, está na hora de todos os líderes religiosos fazer um trabalho de conscientização junto a maioria dos nossos irmãos nordestino, que é melhor ter uma emprego digno do que ficar recebendo bolsa família…

  2. Manoel disse:

    O Haddad, é um bom enchedor de linguiça. Na história deste país, segundo turno, o menos votado nunca foi vitorioso. Para o bem da economia do Brasil e de todos brasileiros, antes que o Brasil se transforme numa Venezuela, PT nunca mais. Presidente Bolsonaro!!!

  3. Manoel disse:

    Bom, o site voltou. Ao Tenório Pelegão, “Mário Kertész Entrevista Ciro Gomes – 01/11/2017″ YOUTUBE, onde vc disse não acreditar a promessa do Lula feita ao Ciro, ou seja, que ele seria o seu sucessor e depois colocou a Dilma poste.

    1. Manoel disse:

      Basicamente, aos 44 minutos da entrevistas.

  4. Novaes disse:

    Olá, pessoal! Sou soteropolitano, baiano, nordestino. Diante dos resultados da eleição na região NE em que o PT venceu esse primeiro turno, quero aqui expressar a minha vergonha de ser baiano. Em nome de todas as famílias e pessoas de bem, peço perdão pelo apoio ao engano e roubalheira!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.