Brasil

Bruno volta a ser absolvido por corrupção de menor no caso Eliza

Absolvição diz respeito ao aliciamento do então menor Jorge Luiz Rosa, primo do goleiro

Absolvição diz respeito ao aliciamento do então menor Jorge Luiz Rosa, primo do goleiro

Bruno Fernandes foi absolvido, mais uma vez, do crime de corrupção de menor nesta quarta-feira (19). O caso voltou a ser analisado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Desembargadores da 4ª Câmara Criminal endossaram a decisão que exime o goleiro do Boa Esporte de culpa em relação à acusação de aliciamento de menores no assassinato de Eliza Samudio, cuja primeira conclusão ocorreu em setembro de 2011.

À época, segundo a juíza Marixa Fabiane Lopes não havia provas suficientes para condenar os réus do aliciamento do primo do goleiro Bruno, Jorge Luiz Rosa, que, aos 17 anos, teria participado do sequestro e da morte de Eliza. O pedido de revisão foi feito pelo Ministério Público junto ao Supremo Tribunal de Justiça, por entender que “a configuração do crime de corrupção de menores não exige a prova da efetiva corrupção do menor”.

Bruno, que está com 32 anos, cumpriu seis anos e três meses de prisão pela morte e desaparecimento do corpo da ex-modelo Eliza Samudio, com quem tem um filho. Ele foi condenado a 22 anos e seis meses de reclusão, mas solto em fevereiro deste ano graças a liminar STF. A justificativa é o goleiro ainda não foi julgado em segunda instância.

PGR pede que STF revogue soltura de Bruno

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se manifestou pela revogação da liminar que ordenou a soltura do goleiro Bruno Fernades, condenado pela morte de Eliza Samudio. Em parecer, ele pede também que os ministros indefiram o habeas corpus, que está pronto para ser julgado definitivamente.

O julgamento será feito pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que se reúne às terças-feiras. A próxima sessão será no dia 25. O processo ainda não está na pauta.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Notícias ao Minuto e G1

3 comentários

  1. Balbino disse:

    O código penal defasado, é uma vergonha o Bruno está solto.

  2. eduardo marins disse:

    o goleiro bruno já pagou a sua pena e merece ter uma segunda chance, eu não acredito que ele tenha matado a eliza mas creio que ele foi conivente, foi omisso, essa menina também não era lá essas coisa ela queria dar o famoso golpe da barriga, mas isso não é motivo pra acabarem com a vida dela,

  3. Marcos disse:

    O país na amadurece. Continua condenado e incrimiando, ao invés de proporcionar condições de restabelecimento de vida.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.