Brasil

Câmara do Rio rejeita abertura de impeachment contra prefeito Crivella

Imagem: Tomaz Silva/ABrA Câmara Municipal do Rio de Janeiro rejeitou, por 29 votos a 16, o pedido de abertura de impeachment do prefeito, Marcelo Crivella, por crime de responsabilidade e improbidade administrativa. Foram protocolados dois pedidos, pelo vereador Átila Nunes (MDB) e pelo diretório municipal do PSOL.

Em ambos foi citada uma reunião promovida pelo prefeito no Palácio da Cidade, sede oficial da prefeitura, no último dia 4, a um grupo de fiéis evangélicos, quando foram feitas promessas de atendimentos de saúde e isenção de IPTU para igrejas.

Desde antes do início da sessão, marcada para as 14h, grupos de manifestantes de ambos os lados já se colocavam nos arredores da Câmara do Rio, na Cinelândia. A troca de provocações seguiu nas galerias.

No plenário, Átila Nunes ressaltou, em seu discurso da tribuna, que Crivella não poderia governar apenas para uma parcela da população. “Não podemos ser omissos neste momento. Diversas denúncias aconteceram neste ano e meio de mandato. Ele não pode governar para uma parcela da sociedade. Os áudios gravados são do próprio Crivella, fazendo promessas indevidas. O que decidirmos aqui vai sinalizar para as futuras administrações que se deve governar para todos”, disse o vereador.

Já o líder do governo na Câmara, vereador Doutor Jairinho (MDB), considerou que o país passa por problemas muito mais graves para serem resolvidos e que a reunião de Crivella não é motivo para impeachment. “O país passa por tantos problemas e vai se falar em reunião secreta? Quem vai dizer se ele deve governar a cidade é lá em 2020 [nas próximas eleições] e não através de golpe”, disse Jairinho.

Com a rejeição do pedido de impeachment, Crivella ainda poderá enfrentar denúncia por violar o princípio do estado laico na administração municipal e privilegiar apenas um segmento religioso em diversos atos. A ação Civil Pública foi ajuizada ontem (11) pelo Ministério Público Estadual. Se condenado, o prefeito pode perder o cargo e pagar multa equivalente a R$ 500 mil.

Nas redes sociais, o prefeito Marcelo Crivella agradeceu a Deus e aos políticos da base aliada pelo resultado, em post no Twitter. “Quero agradecer a Deus por mais uma vitória e aos vereadores da base pela determinação ao rejeitarem um pedido de impeachment sem base jurídica. A verdade e a justiça sempre prevalecerão. Não esmoreceremos, seguiremos firmes no propósito de governar para todos”, escreveu.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Agência Brasil

13 comentários

  1. a voz disse:

    mais condescenência.

  2. carlos disse:

    Precisamos De Uma Igreja Que Não Dependa De Favores Humanos ,Mas Que Viva Com Total Dependencia De DEUS, A Igreja Precisa Se Afastar Do Poder Do Mundo Viver Para Proclamar o Reino De DEUS ,Não Envergonhar. Se o Foco Não For DEUS Toda Igreja é Inútil. VOLTEMOS AO EVANGELHO PURO E SMPLES

  3. Naldo disse:

    Se reunir com evangélicos é crime, mas se reunir na frente da sede da Polícia Federal para fazer apologia a um criminoso condenado pela Justiça Federal em primeira e segunda instâncias, daí tá tudo certo. Não defendo esse prefeito, mas se esse povinho do PSOL não tem serviço, vão carpir um lote!!!

  4. carlos disse:

    Li Uma Frase Que é A Mais Pura Verdade , Não Somos Nem Mortadela Nem Coxinhas Na Verdade Somos Todos Pamonha !!!

  5. Ele,Crivela, pode estar errado em pensar assim, mas esse corporativismo já existe desde o descobrimento ou melhor invasão, agora mesmo o senado votou sobre nomeação de parentes até terc.geração, depois os de terceira nomeam mais os de terceira deles, e ai continuamos com moreiras e sarneis,e outros

  6. Rogério Castro disse:

    Aí os hipócrita falam do lula

  7. a voz disse:

    Evangélicos nunca precisaram dos políticos católicos deste país, sempre sofreram com o resto, com o pouco, com o nada, e com isso se acostumaram. Não é agora que um prefeito evangélicos vai salvar o déficit do estado c/ os evangélicos. IPTU é para todas as religiões. Pagamos tudo, exceto o iptu.

  8. Monique disse:

    Mas TB não acho ético, ofertas de serviços médicos a seus aliados eleitoral da igreja universal, como não queremos previlegios LGBT, TB não se deve se previlegios as pessoas em detrimento das outras!

  9. carlos disse:

    O Brasil é Um País ótimo Principalmente Para Politicos , Amigos Do Rei , e Os Chamados Homem De DEUS Só Faltam Duas Coisas Ordem e Progresso !!!!!

  10. ´silva disse:

    Como já dizia Raul Seixas , O Brasil é Uma Charrete Que Perdeu o Condutor !! Por Muitos Motivos Vote Nulo Não Sustente Parasitas !! Se Votar Mudasse Algo Seria Proibido

    1. Corrigindo disse:

      Não é o Brasil a Charrete que perdeu o condutor. São os Anos 80… ” Ei Anos 80, charrete que perdeu o condutor”.

  11. aRLEY disse:

    poVO carioca é a globo que não quer o evangélicos no poder acordem, pois eles querem que as coisas continuem como está roubalhera, sacanagem, quantas leis foram feitas para os gays e ninguém pediu impeachment, vergonha oposição q apoia bandidos.

  12. Carlos Hamilton disse:

    Parabéns aos vereadores que não se deixaram levar por grupo de oposição irresponsável cujo o principal objetivo era derrubar o prefeito e que em momento algum pensam na sociedade.

Comentários encerrados.