Brasil

STF aceita denúncia contra Romero Jucá por corrupção e lavagem de dinheiro

O senador é acusado de receber propina da Odebrecht para favorecer a empresa na votação de medidas provisórias

O senador é acusado de receber propina da Odebrecht para favorecer a empresa na votação de medidas provisórias

A maioria dos integrantes da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou denúncia contra o senador Romero Jucá (MDB-RR), em julgamento na tarde desta terça-feira (13), na Corte. O político é acusado de favorecer a construtora Odebrecht na votação de medidas provisórias. Jucá torna-se réu por corrupção e lavagem de dinheiro.

A denúncia foi oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que acusa Jucá de receber R$ 150 mil em propina para favorecer a empreiteira. Os ministros Rosa Weber, Marco Aurélio Mello e Luís Roberto Barroso votaram pela abertura de ação penal contra o parlamentar.

Ao fazer a sustentação oral, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, que defende Jucá, afirmou que o senador não cometeu as irregularidades apontadas. “O senador Romero Jucá não vendeu seu cargo em nenhum momento. O processo não tem provas de que houve qualquer favorecimento à Odebrecht. Meu cliente apenas exercia as atividades normais de um senador”, afirma.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Correio Braziliense

2 comentários

  1. Mauro Dias disse:

    E VERGONHOSO PRA NÓS QUE SOMOS PESSOAS DE BEM TER QUE ENGOLIR UM QUADRILHEIRO COMO ESSE NA MAIOR CARA DE PAU QUE PASSAR PRA POPULAÇÃO BOA IMAGEM COISA QUE ELE NÃO TEM POIS NA SUA CARA ESTA ESCRITA TAMANHA FALSIDADE E CARIMBADA EM SEUS DISCURSOS RASOS A CARNIÇA DA CORRUPÇÃO.# CAI FORA JUCA CORRUPTO .

  2. João Guilherme disse:

    Eu pergunto o que adianta esses políticos se tornarem réus, se seus processos são engavetados no STF, até perderem a validade e é por isso que milhares de processos estão aí no STF, esperando perder a validade. Principalmente os de políticos famosos.

Comentários encerrados.