Gospel

Cristãos são presos durante celebração de Natal em Laos

Policiais viajaram na manhã de terça-feira (20) para a aldeia de Boukham Savannakhet, Província do Laos para se reunirem com autoridades locais sobre a prisão na sexta-feira (16) de oito líderes cristãos que haviam reunido cerca de 200 membros da igreja para uma celebração de Natal , conforme informou a defesa dos líderes.

A Assistência dos Direitos Humanos para a Liberdade Religiosa do Laos (HRWLRF) informou que os líderes tinham a permissão para o evento de sexta-feira garantida pelo chefe da aldeia Boukham e convidou-o a participar. Ele ficou para a ceia de Natal, mas saiu antes do sermão começar. Depois do sermão, por volta de 9 horas, as forças de segurança da aldeia entrou no edifício, prendendo os oito líderes e conduzindo-os para a sede do governo Boukham, onde foram detidos sem acusação.

Quatro dos detidos foram algemados com os estoques de madeira (peça de madeira para prender as mãos), enquanto os outros quatro foram deixados sem restrições. Membros da família foram autorizados a levar cobertores e outras provisões para os detentos, mas não receberam explicação para as prisões, de acordo com a HRWLRF.

O policial Bouthong do sub-distrito chegou na manhã de sábado (17) para investigar o incidente e colher os nomes dos detidos. Naquela tarde, o vice-presidente do Savannakhet da Igreja Evangélica do Lao (LEC), o único grupo protestante reconhecido pelo governo, chegou a implorar para a liberação dos detentos, mas seus esforços foram infrutíferos.

No dia seguinte, representantes do LEC conseguiram negociar a libertação de um dos detidos que atende pelo nome único de Kingnamosorn, depois de pagar uma multa de 1 milhão de kip (123 dólares) para o chefe da aldeia. Em comparação, o salário médio mensal de um trabalhador não qualificado na província está perto de 40 dólares.

Estoques de madeira são comumente usados em prisões e centros de detenção no Laos e às vezes são combinados com a exposição do prisioneiro a formigas vermelhas como uma forma de tortura.

É costume dos cristãos de Laos manter as celebrações de Natal antes ou depois de 25 de dezembro, a fim de evitar chamar a atenção das autoridades.

No dia 18 de dezembro o chefe da aldeia disse aos presos que eles tinham violado o “HIIT”, o culto ao espírito tradicional da aldeia, através da celebração de um culto cristão. Ele então ordenou-lhes para não praticar o cristianismo em Boukham por medo de que os espíritos ficassem ofendidos.

O chefe da aldeia Boukham pediu aos detidos para admitirem sua culpa e concordarem em não adorar a Cristo na aldeia, mas todos os sete se recusaram, de acordo com a HRWLRF.

Os Líderes cristãos permanecem presos.

Fonte: Compass Direct News

 

11 comentários

  1. ELIAS GOMES disse:

    E EXTREMAMENTE FELIZ OS QUE SOFREM PERSEGUIÇAO ;OS INJURIADOS ;OS PERSEGUIDOS…POR CAUSA DO SENHOR JESUS ; REGOZIJAIS-VOS PQ.E GRANDE VOSSO GALARDAO NOS CEUS …….OREMOS POR ESSES VALOROSOS FILHOS DE DEUS .

  2. ISAAC disse:

    ONDE ESTÃO AS AUTORIDADES INTERNACIONAIS NESSA HORA, A ONU PARCE QUE NEM EXISTE, O GOVERNO BRASILEIRO COMO SEMPRE OMISSO, COVARDE, FROXO, UM GOVERNO SEM IDEOLOGIA NENHUMA, E A MAIS IMPORTANTE ONDE ESTAR A IGREJA BRASILEIRA, QUE SABE SEMPRE DEFENDER SEUS INTERESSES POLITICOS QUANDO É CONVENIENTE E NÃO SABE PRESSIONAR ESSE GOVERNO DO PT PROSTITUIDO POR SUAS AMBIÇÕES. SÓ NOS RESTA ORAR E REFLETE PARA QUE SERVE ESSA NOSSA LIBERDADE RELIGIOSA.

  3. assuero disse:

    bem aventirados sós vós quando injuriados e perseguidos porminha causa, digo que será grnde o vosso galardõa nos Ceus. mt.5. vamos orar por nossos irmãos, suportariamos tal causa.

  4. marta queiroz dos santos disse:

    QUE DEUS TENHA MISERICORDIA E OS RECOMPENSE POR SUAS CORAJEM .
    QUE ELES SIRVAM DE EXEMPLO PARA CADA UM DE NOS QUE AS VEZES POR TAO POUCO
    ENTREGAMOS OS PONTOS E DESFALECEMOS.

    QUE O ESPIRITO SANTO OS CONSOLE E ENCORAJE CADA VEZ MAIS A PROCLAMAR O NOME DO SENHOR E ALCANÇAR ALMAS PARA O SEU REINO.AMEM!

  5. Igor Costa de Faria disse:

    Isso que é ser cristão de verdade, não negar a Cristo mesmo que suas vidas estejam em risco. Enquanto isso no nosso país onde há liberdade religiosa, muitos “crentes” tem vergonha de admitir em público que são cristãos, negando assim a Cristo por tão pouco. Mas estes valentes servos de DEUS não negam seu NOME SANTO por nada. DEUS ABENÇOE estes irmãos!
    Deus tenha misericórdia deles!

  6. Lara disse:

    OREMOS POR TODOS OS CRISTÃOS QUE OUSAM PRATICAR O CRISTIANISMO EM LUGARES PROIBIDOS. DEUS PODE LIBERTÁ-LOS. VAMOS TODOS ORAR POR ELES, PELO PASTOR QUE ESTÁ PRESO NO IRÃ EOUTROS QUE NÃO CONHECEMOS MAS QUE PODEM ESTAR SOFRENDO ESTAS TÃO PESADAS PERSEGUIÇÕES. GLÓRIA A DEUS PELA LIBERDADE!!! VAMOS TODOS ORAR.

  7. João disse:

    Enquanto no Brasil temos liberdade de falar a palavra de Deus. Existe partes do mundo em que a repressão e a violência contra cristâos. Em época de Natal devemos distanciar dessa coisa comercial do papai noel, dos presentes, da comida em fartura e refletir sobre Jesus Cristo. Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.. Feliz Natal a todos

  8. Duda disse:

    Ai Jesus!!! vamos orar por nossos irmãos!!!.

  9. paulo disse:

    fico triste quando vejo esse tipo de reportagem aqui enquanto uma simples nota sobre a rede globo lota os comentarios aqui muitos nen se quer tem percepção do que está acontecendo no mundo concluo que avinda do filho do homen será como nos tempos de noé: comiam , bebiam estavam mais precupados com seus interesses e ego.vejo nesses ultimos tempos uma geração de evangêlicos simplistas sem sal para fazer a diferença em seu meio.muitos chamados poucos escolhidos.

  10. VALDINO FERREIRA disse:

    por causa do meu nome vos serao perseguidos,disse jesus, mas o vosso galardao sera grande no ceu.

  11. Cibelly disse:

    só a misericórdia de Deus mesmo…estamos no final dos tempos…

Comentários encerrados.