Colunistas

Ecumenismo pode levar à apostasia da fé cristã?

O que é ecumenismo? Do ponto de vista do cristianismo, é o movimento que visa à unificação das igrejas cristãs, com base no apelo à unidade entre todos os povos sob o governo de Cristo, contido na mensagem do evangelho. É um movimento que busca o diálogo e a cooperação comum entre igrejas cristãs, para superar as divergências históricas, culturais e teológicas, aproximar os cristãos de diversas denominações, evangelizar o mundo e contribuir para a paz mundial.

Poucos sabem, mas o ecumenismo moderno remonta a uma proposta de unificação das igrejas protestantes, a fim de promover missões evangelísticas. Contudo, posteriormente, a ideia foi utilizada pela Igreja Católica para impor sua liderança sobre todas as igrejas cristãs, passando por cima das diferenças doutrinárias que ficaram evidentes com a Reforma Protestante, proposta por Martinho Lutero, no século 16.

Como conciliar ensinamentos (como a existência de um Purgatório para as almas perdidas; a função intercessora de Maria, o sumo sacerdócio papal) e práticas católicas (como veneração a Maria e aos santos), claramente contrários aos postulados bíblicos, com a fé cristã professada pela Igreja Protestante, que só adora a Deus e tem Jesus como único Salvador e Mediador entre Deus e os homens?

Quando alguma Igreja Protestante se predispõe a assinar um tratado ecumênico com a Igreja Católica, automaticamente está reconhecendo o papa, em vez de Cristo, como o líder supremo da Igreja, fechando os olhos para diferenças doutrinárias abissais contrárias à doutrina bíblica, destruindo a sua identidade com a Igreja primitiva e desprezando os ensinamentos de Cristo e dos apóstolos. Em suma, está apostatando da fé genuinamente cristã.

E a proposta do ecumenismo atual não está restrita apenas às igrejas historicamente classificadas como cristãs ou monoteístas (o cristianismo, o judaísmo e o islamismo). Existe um movimento mundial de união entre várias religiões, inclusive as mais destoantes em relação à Bíblia (como o candomblé, a umbanda, a quimbanda, o budismo, o hinduísmo, o xintoísmo).

Não é à toa que, nos cultos ecumênicos no Brasil, há pelo menos um representante de cada religião!

Na verdade, o ecumenismo pregado por essa sociedade afastada de Deus não visa promover a salvação em Cristo e Seu Reino aqui na terra. Antes, empunhando a bandeira da fraternidade, da tolerância e do amor entre os diferentes, visa à globalização e à promoção de um idioma, uma moeda e uma religião únicos, sob comando do Anticristo.

É por essas e outras razões que dizemos não ao ecumenismo e alertamos os cristãos quanto ao engodo, à hipocrisia e aos perigos desse movimento que objetiva prostituir espiritualmente a verdadeira Igreja de Cristo, a fim de neutralizá-la, envergonhá-la e levá-la à idolatria.

Mas, graças a Deus, no Brasil há milhares de cristãos evangélicos que reconhecem a armadilha do ecumenismo e recusam-se a adorar outros deuses e a abrir mão dos princípios bíblicos. Esses fiéis fazem parte da Igreja verdadeira e, unidos, militam como bons soldados de Cristo pela causa do evangelho, pregando a salvação unicamente em Jesus e ensinando que Ele é o único Mediador entre Deus e o homem, o único e eterno Sumo Sacerdote, o único Cabeça e Líder da Igreja, lavada e remida por Seu sangue.

SUGESTÕES DE LEITURA:

Apocalipse 13, 17 e 19

Livro Qual a igreja verdadeira e O que a igreja não pode deixar de ser?, de Silas Malafaia.

Pr. Silas Malafaia

Pr. Silas Malafaia é psicólogo clínico e conferencista internacional.

Veja outros artigos deste colunista

14 comentários

  1. Jeferson Florencio da Costa disse:

    Gostaria de parabenizar este espaço de esclarecimento, acrescento que temos grandes ideais em comum que podem ser uma ferramenta para a Igreja de Cristo. Mas reconheço as individualidades como essencial! Denuncio que ao entrar nesse espaço o Google pergunta se quero correr risco em site nocivo.

  2. Cemilia disse:

    E preciso cautela e sabedoria pois, o que parece bom pode nos levar a ruina espiritual.” Errais nao conhecendo as escrituras e o poder de Deus.”

  3. Samuel disse:

    Não se deve exagerar !!! O ecumenismo não é de todo ruim , vai depender do coração de quem está empenhado ! Eu pertenço a uma denominação protestante que faz atos sociais ecumênicos , não vejo conflitos nisto !!!
    A teologia brasileira age dentro de um quadrado !

  4. magno antonio duarte disse:

    sinceramente, as palavras do pastor silas malafaia são verdadeiras,a principio esse proposta dada, eucumenismo é uma destruição da fé cristã,não vamos aceitar essa divergência entre nós cristão que ama a Deus de fato.

  5. EUSTAQUIO AMORIM disse:

    Concordo plenamente com o Pr Silas.

    Estamos em um pais que quer isto. Mas Deus é Maior.

  6. Cristiano Barsante disse:

    Verdade.Como aceitarmos com o irmãos alguém que tem fé que sai da Bíblia?

  7. mirian souza disse:

    completamente de acordo. ecumenismo nunca.pois estaremos afirmando que cremos em que eles creêm.

  8. Adailton Soares disse:

    Graças a Deus Pr. Silas que fazemos parte dos sete mil que não dobram os joelhos a baal! É este exército de Deus que tem militado a boa, nova e eterna Palavra de Deus, permanecendo com suas raízes no ribeiro de águas vivas, de onde flui um caráter inabalavel como os montes de Sião!Abraços fraternos.

  9. A verdadeira igreja nunca vai se unir com uma igreja que quer tomar os atributos que só cristo é digno!

  10. valmir disse:

    aprendi no seminário que so existem um Religião, Religião vem do Religari ou seja religar aquilo que foi desligado o unico que nos religa a Deus e Jesus, entao as outras (religiões) nao existem sao falsas inventadas por homens cegos vao tudo se lascar no fogo

  11. JORGE LUIZ disse:

    TODOS OS CRISTÃOS QUE SEGUE Á PALAVRA DE DEUS,E TEM ELA COMO SUA BÚSSOLA,NÃO PODE DAR VAZÃO AS MENTIRAS E HIPÓCRISIAS DESSES FALSOS PROFETAS.POIS SE CONFIRMA A VOLTA DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO.O diabo TEM CIÊNCIA QUE SEUS DIAS ESTÁ PRÓXIMO DO FIM.VAMOS VIGIAR E ORAR.JESUS ESTÁ CHEGANDO.

  12. Mirian Ramos de Souza disse:

    Temos que vigiar, o diabo é sagaz e tem muitos cristãos desavisados, que acham tudo normal.

  13. ENÉAS disse:

    O Ecumenismo é a armadilha mais sutil do dragão a antiga serpente, é o ópio mais entorpecente pois leva aos adeptos do mesmo a abrir mão de princípios fundamentais bíblicos centrados em Cristo sob a alegação da tolerância e suposta igualdade e fraternidade. È hora de acordarmos do sono.

  14. Concordo com o senhor pastor Silas, em gênero número e grau. A palavra de Deus, no livra do profeta Amós 3.3, diz o seguinte: Andarão dois juntos, se não estiverem de comum acordo? a proposta do ecumenismo seria interessante se a Bíblia Sagrada, fosse pra eles, a única regra de fé e prática.

Comentários encerrados.