Brasil

ENEM: Estudantes surdos terão prova na Língua Brasileira de Sinais

Pela primeira vez, estudantes surdos poderão ter acesso a vídeo com as questões do Enem traduzidas na Língua Brasileira de Sinais (Libras)

Pela primeira vez, estudantes surdos poderão ter acesso a vídeo com as questões do Enem traduzidas na Língua Brasileira de Sinais (Libras)

No ano em que estreia um novo recurso de acessibilidade para pessoas surdas ou com deficiência auditiva, a videoprova traduzida em Língua Brasileira de Sinais (Libras), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 também oferece dicas e conteúdos específicos de orientação para esse público. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) trabalha na produção de orientações gerais sobre as provas e em uma cartilha de redação em Libras.

Dois vídeos já estão disponíveis no canal do Inep no YouTube. Um contém orientações gerais sobre o exame, com dicas sobre o que levar, documentos permitidos, objetos proibidos, horários das provas. O outro explica, detalhadamente, como será a videoprova. O instituto também lançou uma campanha em Libras nas suas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter).

No dia do exame, após a aplicação, aqueles que usarem o novo recurso terão a oportunidade de avaliá-lo por meio de um questionário em vídeo.

Videoprova

Na videoprova traduzida em Libras, as questões e as opções de respostas são apresentadas em Língua Brasileira de Sinais por meio de um vídeo. Cada participante receberá um notebook para fazer o exame, e a prova será aplicada em ambientes preparados para garantir sigilo, autonomia e segurança.

O Enem 2017 recebeu inscrições de 1.310 pessoas surdas e 3.683 com deficiência auditiva. Desse total, 1.635 solicitaram a videoprova. Outros 1.357 optaram por um recurso já usado em outras edições, o tradutor intérprete de libras. Outro recurso disponível para esse grupo de participantes é a leitura labial, solicitado por 895 pessoas.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Agência Brasil

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.