Colunistas

Evangélicos podem ingerir bebidas alcoólicas?

Pr. Silas, por que os evangélicos, de um modo geral, não ingerem bebidas alcoólicas? Na Bíblia, há alguma proibição ou restrição à ingestão delas?

Em Levítico 10.9-11, lemos:

E falou o SENHOR a Arão, dizendo: Vinho ou bebida forte tu e teus lhos contigo não bebereis, quando entrardes na tenda da congregação, para que não morrais; estatuto perpétuo será isso entre as vossas gerações, para fazer diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo, e para ensinar aos lhos de Israel todos os estatutos que o SENHOR lhes tem falado pela mão de Moisés.

Fomos separados para Deus. Como reis e sacerdotes do Altíssimo, não devemos ingerir bebidas alcoólicas para não dar lugar à nossa carne e ao pecado. Além disso, em Provérbios 20.1, é dito o vinho é escarnecedor, e a bebida forte, alvoroçadora; e todo aquele que por eles é vencido não é sábio. O álcool compromete nossos reflexos e nosso bom senso, e prejudica a nossa saúde.

Essa droga psicotrópica, que atua no sistema nervoso central, pode causar dependência e mudança de comportamento. Além da euforia e desinibição, ela provoca falta de coordenação motora, sono e descontrole. Após alguns anos, os efeitos agudos do álcool são sentidos no fígado, no coração, nos vasos sanguíneos e no estômago.

Somos templo do Espírito Santo (1 Coríntios 3.16,17). Devemos, portanto, cuidar dele. Além de exercício físico e repouso adequado, precisamos adotar uma alimentação mais saudável e abster-nos de bebidas alcoólicas, fumo e do uso irresponsável e sem prescrição médica de medicamentos.

Mesmo um copo de cerveja antes de dirigir pode ser fatal. Você sabia que um copo de cerveja demora cerca de seis horas para ser eliminado pelo organismo? Uma dose de uísque, que é bem mais forte do que a cerveja, demora mais tempo ainda. Por isso, a nova lei de trânsito não admite qualquer teor alcoólico ao motorista, uma vez que, ao diminuir seus reflexos, a probabilidade de acidentes aumenta muito.

O uso do álcool a longo prazo também pode produzir dependência química e cirrose hepática, bem como causar problemas nos relacionamentos interpessoais, atrapalhando o convívio na família e no trabalho.

Em Romanos 6.16, Paulo exortou: Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?

Não devemos ser escravos de nada nem de ninguém, quanto mais de bebidas alcoólicas, que nada de bom acrescentam à nossa vida!

Há aqueles que contra-argumentam: “Ué, mas Jesus não bebeu vinho? Por que os cristãos também não podem?” Jesus e os judeus, de um modo geral, bebiam um tipo de vinho que era resultante da fermentação natural do sumo da uva. Além disso, a questão não é poder ou não poder beber; é não dever. Como Paulo disse em 1 Coríntios 6.12: Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.

Para evitar problemas e mau testemunho, há muitas coisas com aparência de mal de que o cristão deve abster-se. Jesus disse a seus discípulos: É inevitável que venham escândalos, mas ai do homem pelo qual eles vêm! (Lucas 17.1). Não podemos escandalizar ninguém, tampouco ser pedra de tropeço à fé de ninguém. Foi isso o que Paulo a¬ rmou em Romanos 14.13 — Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça — e em 1 coríntios 8.13 — Pelo que, se o manjar escandalizar a meu irmão, nunca mais comerei carne, para que meu irmão não se escandalize.

São pelas razões acima expostas que nós, evangélicos, não ingerimos bebidas alcoólicas e condenamos essa prática, que pode levar ao vício do alcoolismo, trazer danos à saúde e aos relacionamentos, acarretando a destruição de vidas.

SUGESTÕES DE LEITURA:

Levítico 10; Provérbios 20; Romanos 14; 1 Coríntios 6; 8

Pr. Silas Malafaia

Pr. Silas Malafaia é psicólogo clínico e conferencista internacional.

Veja outros artigos deste colunista

90 comentários

  1. Reinaldo disse:

    “Um pouco de fermento leveda toda a massa.” Gálatas 5:9
    “Que sociedade há entre a justiça e a injustiça? Que comunhão há entre a luz e as trevas? Que harmonia há entre Cristo e Belial? Que parte tem o fiel com o infiel? Pois vós sois o templo do Deus vivo; como disse Deus: neles habitarei, e entre eles andarei; Eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.” 2 Coríntios 6:14-16

  2. Juliana disse:

    Sr. Wagner, o senhor está distorcendo completamente a Palavra para proveito próprio!

  3. jonathas kennedy disse:

    SO QUEM JA TEVE UM VICIADO EM CASA EM BEBIDA SABE O QUE É ISSO,SO O SANGUE DE JESUS PARA LIBERTAR;

  4. Edu disse:

    Jesus tomava vinho,e chamavam ele de beberão, pois o vinho tinha teor alcólico, e mais Jesus não vivia embreagado. Pense nisso e discirna o que a bíblia ensina.

  5. Wagner Andrade disse:

    Para alguns é um problema, para outros não, eu consigo me controlar, eu tomo meu vinho, até mesmo por recomendações medicas, uma taça, um copo ou 2 de cerveja, minha consciência não acusa, não me embebedo, não fico embriagado, agora tem pessoas que nem pode chegar perto não, é de cada um, como disse no comentário anterior, vai do bom senso de cada pessoa. Se tua consciência acusa e você não sabe se controlar NÃO FAÇA,

  6. Rozélia Almeida disse:

    BEBIDA DESGRAÇADA E MALDITA É A CEVEJA, VINHO, CACHAÇA SEJA LÁ O QUE FOR QUE CONTENHA O MALDITO ALCOOL, MINHA INFANCIA FOI MARCADA POR SOFRIMENTO SOBRE SOFRIMENTO COM UMA MÃE ALCOLATRA, SÓ QUEM CONVIVE COM UM DEPENDENTE SABE A REALIDADE DESSA MALDIÇÃO. MUITAS PESSOAS DIZEM ” MAS EU SÓ BEBO SOCIALMENTE”, ATÉ PARECE QUE ALGUÉM SE TORNA DEPENDENTE NO PRIMEIRO GOLE, É SOCIALMENTE MESMO QUE O DIABO LEVA A PESSOA PARA O VICIO.

  7. Carla disse:

    Na minha humilde opinião, não. Uma vez liberto o beberrão é para sempre. Nem se fosse o vinho mais premiado e se eu pudesse pagar por ele é claro. Já bebi de cair até Jesus me libertar e depois esse negócio de só uma taça… Ainda mais se o vinho for bom. Não arriscaria não.

  8. elysaldo bandeira disse:

    vai te converter

  9. Robson Anchiea disse:

    Se rodearmos o abismo corremos o risco de cairmos nele, devemos descartar toda possibilidade de deslizarmos para ele .

  10. Wagner Andrade disse:

    Pecado, é ficar embriagado, vamos esclarecer e interpretar essa passagem, E falou o SENHOR a Arão, dizendo: Vinho ou bebida forte tu e teus lhos contigo não bebereis, QUANDO ENTRARDES NA TENDA DA CONGREGAÇÃO, para que não morrais; aqui esta bem claro, qual ocasião que não é para beber, ai vai de um bom senso de cada, a Bíblia não nos relata a proibição da bebida alcoólica e sim, a embriaguez da mesma, ou seja tomar uma cerveja não é pecado, mas tomar varias e se embebedar ai sim é

Comentários encerrados.