Brasil

Família de Donadon é despejada de apartamento da Câmara

Imagem: Divulgação

Apesar da autorização judicial, não foi preciso o uso de força policial; o ex-deputado segue preso

A família do deputado Natan Donadon (sem partido-RO) foi despejada pela Justiça do apartamento funcional da Câmara na última quinta-feira (3), informou a assessoria da Casa. As chaves do imóvel foram entregues ao oficial de Justiça pela mulher de Donadon. Havia autorização de uso de força policial para a reintegração de posse, mas não foi necessário porque o apartamento foi entregue um dia antes do prazo.

O G1 tentou contato com o advogado do deputado, mas até a última atualização desta reportagem, não havia obtido resposta.

Preso desde 28 de junho no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, Donadon teve o mandato de deputado mantido pelos colegas de Legislativo no final de agosto.

No entanto, após a votação no plenário da Câmara, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), determinou o afastamento do deputado por causa da condenação pelo Supremo Tribunal Federal (STF). No mesmo despacho, Alves manteve a decisão da Mesa Diretora que suspendeu salário, verbas e direitos parlamentares de Donadon, entre os quais o uso do apartamento funcional.

Como os familiares do ex-deputado não atenderam aos pedidos da Câmara de entregar o imóvel, a Advocacia-Geral da União (AGU) protocolou no final de agosto uma ação de reintegração de posse.

Em 5 de setembro, o juiz José Márcio da Silveira e Silva, da 7ª Vara da Justiça Federal de Brasília, determinou que a família do deputado desocupasse em 15 dias o apartamento funcional. O magistrado autorizou o uso de força policial em caso de resistência ao cumprimento da decisão.

De acordo com a Central de Mandados do Distrito Federal, o prazo estipulado pelo juiz foi estendido até o início de outubro porque os oficiais de Justiça tiveram dificuldades para notificar os familiares de Donadon sobre a sentença.

A Câmara informou ao G1 que o apartamento de 225 metros quadrados e quatro dormitórios foi entregue em boas condições, apesar de estar necessitando de pintura. A Coordenação de Habitação dda Câmara realizará uma vistoria técnica nos próximos dias para averiguar se não ocorreram danos estruturais no imóvel.

Mesmo com a desocupação do apartamento funcional, a família de Donadon terá de arcar com uma multa por ter desobedecido o prazo estipulado inicialmente para a entrega das chaves. O valor da indenização será determinado pela Justiça com base no valor de mercado dos aluguéis de imóveis compatíveis com o ocupado por Donadon.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: G1

5 comentários

  1. Alex Sena disse:

    Pensei que era da casa deles… se é da Câmara, bota pra rasgar!! Tão morando de graça com dinheiro público!!

  2. TOMARA QUE SEJA ASSIM COM TODOS OS CORRUPTOS, PARA APRENDER A RESPEITAR OS OUTROS.

  3. mrcio kleber alves lima disse:

    parabéns para justiça e assim que sê trbalha

  4. Mary Jane Cavalcante da Silva Gomes. disse:

    Se esse ato da justiça brasileira, empregasse-se para todos os parlamentares que praticam crimes de corrupção e outros tantos que cometem, seria muito bom… O Brasil estaria limpo!

  5. wellington disse:

    Ainda é pouco!!! Prisão perpétua nesses marginais engravatados.

Comentários encerrados.