Gospel

Fotos: Coreia do Norte liberta pastor canadense por ‘razões humanitárias’

Pr. Lim regressou ao Canadá no dia 12 de agosto

Pr. Lim regressou ao Canadá no dia 12 de agosto

A Coreia do Norte libertou no dia 9 de agosto o pastor canadense Hyeon Soo Lim, de 62 anos, por razões humanitárias. Ele cumpria pena de prisão perpétua em um campo de trabalhos forçados. A informação é da KCNA, agência de notícias estatal norte-coreana.

A liberdade foi concedida um dia após autoridades do Canadá informarem que uma delegação liderada pelo consultor de Segurança Nacional do país viajou ao país asiático para tratar do assunto.

O pastor que serviu em uma das maiores igrejas do Canadá foi condenado a uma vida de trabalho forçado em dezembro de 2015, pelo que a Coreia do Norte considerou como uma tentativa de destituir o regime (atividades subversivas).

“Lim Hyeon Soo, um cidadão canadense, foi libertado porque está doente, de acordo com a decisão da Corte Central da Coreia do Norte, no dia 9 de agosto de 2017, pelo ponto de vista humanitário”, disse a KCNA.

A igreja à qual Lim pertence em Toronto afirmou que ele visitou a Coreia do Norte mais de 100 vezes desde 1997 e ajudou a criar um orfanato e uma casa de enfermagem.

No ano passado, o pastor contou à ‘CNN’ que passava oito horas por dia cavando buracos em um campo de trabalho onde não via nenhum outro prisioneiro.

A família do pastor temia pelo bem-estar dele desde a morte do estudante americano Otto Warmbier, em junho deste ano, que estava preso na Coreia do Norte há 17 meses. O jovem morreu em um hospital em Cincinnati, nos EUA, dias após ser liberado da prisão em coma.

A Coreia do Norte ainda detém três americanos.

O Departamento de Estado dos EUA anunciou a proibição de viagens de cidadãos americanos ao país asiático a partir de setembro.

Volta para casa

Após ficar mais de dois anos e meio preso, o pastor Lim regressou no sábado (12), para o Canadá, anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Canadá em comunicado.

“Juntamo-nos hoje [sábado] à família e à congregação do pastor Lim na celebração do seu tão aguardado regresso ao Canadá”, afirmou a diplomacia.

Confira algumas fotos da chegada do pastor ao Canadá e deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Gospel Prime, O Globo e Diário de Notícias

Imagem: Cortesia da Light Presbyterian Church Imagem: Cortesia da Light Presbyterian Church Imagem: Cortesia da Light Presbyterian Church

5 comentários

  1. Claudio disse:

    Íncrivel como, é comum ver, seres humanos, por vários motivos, deixarem o princípio da humanidade, ou seja, ” ser humano” e trocarem por outras razões, seja pelo ateísmo,.. fundamentalistas religiosos, ganância, poder, etc… Não importa o motivo. Somos humanos e devemos tratar o mesmo como tal.

  2. Joel de Oliveira Santos disse:

    Americanos fomentam a guerra com intuito somente de vender suas terríveis armas mortais. Dai fico em dúvida se temos condições de critica-los, assim como aos Norte Coreanos já que se olharmos com atenção veremos que somos talvez os maiores assassinos das pessoas em nossas filas de hospitais públicos

  3. O fim deste ditador da Coreia do Norte, vai terr um fim muito triste, agora o pior que ele vai levar com ele milhões de Coreanos do Norte, que com certeza não concordam com a ditadura dele, eles ficam calados com medo da punição. Todos ditadores intimidam o povo com a execução, vide Venezuela.

  4. Alan disse:

    Deus é fiel! está livrando seu filho como livrou ló de sodoma antes de destruir a cidade. Se prapare Srs Norte Coreanos, a justiça de Deus nunca falhará!

    1. Wallace Leal disse:

      Olá Alan !
      EUA financia guerras e violência por toda Terra há muitos anos, 1945 lançou duas bombas atômicas em cidades japonesas matando mais de 300 mil pessoas. E vc vem dizer que a Coreia Popular é Sodoma. Responda para mim, Quantos países a Coreia Popular invadiu para escravizar seus povos?

Comentários encerrados.