Brasil

Indefinição de Temer sobre Battisti gera desconforto no governo italiano

A expectativa no governo da Itália era a de que no governo Temer não haveria a resistência ideológica de extraditar Battisti, como aconteceu na gestão Lula

A expectativa no governo da Itália era a de que no governo Temer não haveria a resistência ideológica de extraditar Battisti, como aconteceu na gestão de Lula

Parlamentares próximos do Palácio do Planalto foram informados do desconforto do governo italiano com a indefinição do presidente Michel Temer em confirmar a extradição à Itália, seu país natal.

Segundo o blog de Gerson Camarotti no ‘G1′, a expectativa de autoridades italianas era que o processo de extradição seria finalizado depois da prisão preventiva de Battisti no Mato Grosso do Sul quando ele tentava entrar na Bolívia.

Foi decretada prisão preventiva do italiano por considerar a existência de indícios “robustos” dos crimes apontados na detenção em flagrante. Segundo o juiz federal Odilon de Oliveira magistrado, as circunstâncias sugerem que Battisti tentava fugir para a Bolívia “temendo ser efetivamente extraditado”, como pede a Itália ao governo brasileiro.

Mas a decisão foi revista por ordem do Tribunal Regional Federal da Terceira Região (TRF-3), após ter sido detido em flagrante portando dinheiro ao tentar deixar o país. A defesa do italiano apresentou no início da semana uma manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir o andamento de qualquer procedimento de um eventual novo pedido extradição contra ele.

O ex-ativista teve sua extradição requerida pela República da Itália em razão de ter sido condenado, naquele país, pela prática de quatro homicídios. No final de setembro, os advogados de Battisti também haviam impetrado um habeas corpus no STF contra a tentativa de rever uma decisão, tomada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva no final de 2010 de conceder a ele status de refugiado no Brasil, para extraditá-lo.

A expectativa no governo da Itália era a de que no governo Temer não haveria a resistência ideológica de extraditar Battisti, como aconteceu na gestão Lula.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: G1

2 comentários

  1. benedito bento de campos disse:

    só os idiotas vê diferença desse governo com os governos petistas, são farinha do mesmo saco, inconsequente, fraudulento, corrupto, mentiroso, enganador, acobertador de bandidos. já temos problemas demais eles ainda querem acrescentar, maldita é a nação cujo deus é achado no rio ou nos bosque ruim.

  2. Luiz Felipe Radzki disse:

    É necessário extraditar esse acusado de assassinatos, para que seja justamente julgado em seu país.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.