Brasil

INSS: 94 mil convocados têm até hoje para agendar perícia

Beneficiários foram convocados pelo Diário Oficial, por não ter agendado perícia ou por estar com endereço errado no cadastro

Beneficiários foram convocados pelo Diário Oficial, por não ter agendado perícia ou por estar com endereço errado no cadastro

Os 94 mil beneficiários de auxílio-doença e de aposentadoria por invalidez que foram convocados no mês passado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) têm até hoje (13) para agendar a perícia de revisão do benefício. A marcação deve ser feita por meio do telefone 135.

Caso a perícia não seja marcada, o pagamento ficará suspenso até o convocado regularizar sua situação. A partir da suspensão, o beneficiário tem até 60 dias para marcar o exame. Se não procurar o INSS nesse prazo, o pagamento será cancelado.

O edital com os nomes dos convocados foi publicado no Diário Oficial da União (seção 3, páginas de 121 a 367) em 23 de março.  No início do mês passado, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) enviou cartas de convocação para os beneficiários de auxílio-doença que estão há mais de dois anos sem passar por uma perícia médica e para os aposentados por invalidez com menos de 60 anos. Os convocados por edital não foram encontradas por alguma inconsistência no endereço ou não realizaram o agendamento no prazo determinado.

Nova convocação

Ontem (12), mais 152,2 mil beneficiários que não foram encontrados por carta ou não responderam ao chamado foram convocados. O edital com os nomes foi publicado no Diário Oficial da União (seção 3, páginas 109 a 506).

Ao todo, passarão pelo pente-fino do governo federal mais de 1,5 milhão de benefícios por incapacidade, 552.998 benefícios de auxílio-doença e 1.004.886 de aposentadoria por invalidez. O processo de revisão começou em 2016. Na primeira fase, foram feitas 279.761 perícias de auxílio-doença e 10.073 de aposentadoria por invalidez.

A meta agora é revisar 1,2 milhão de benefícios ao longo 2018, sendo 273.803 de auxílio-doença e 995.107 de aposentadoria por invalidez. Na segunda fase do pente-fino, iniciada em março, já foram realizadas 191.449 perícias (49.570 de auxílio-doença e 141.879 de aposentadoria por invalidez). Do total, 36.970 auxílios-doença e 43.009 aposentadorias por invalidez foram cancelados até 10 de abril.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Agência Brasil

2 comentários

  1. JORGE SANTANA disse:

    A SEITA LULA FIZERAM LAVAGEM CEREBRAL NESSES AMESTRADOS DO DITADOR.O MODUS OPERANDI SÃO IGUAIS AOS DITADORES DE CUBA,VENEZUELA,CHINA.IRÃ,ANGOLA E CORÉIA DO NORTE.SÃO OS DITADORES DO PROLETARIADO,QUE ASSUMEM O GOVERNO E SE APOSSAM DAS ESTATAIS PARA SE PERPETUAREM NO PODER E AS MIGALHAS PARA O POVO.

  2. Manoel disse:

    Tudo isso, são as sequelas do governo Lula/Dilma/PT. O PT é uma classe de gente que não tem manifestantes ou torcida organizado, mas uma militância esclerosada cheia de debiloides. Imagine se nos dias de hoje voltasse o regime militar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.