Brasil

Lula pede a Sergio Moro desbloqueio de sua aposentadoria

Defesa do ex-presidente ainda pediu liberação de aposentadoria de Marisa

Defesa do ex-presidente ainda pediu liberação de aposentadoria de Marisa

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta quarta-feira (30) ao juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, que desbloqueie os valores tanto de sua aposentadoria como de sua falecida esposa, Marisa Letícia.

Além disso, os advogados pediram a liberação de parte dos valores congelados em suas contas bancárias, pouco mais de R$ 600 mil, e de sua previdência privada, outros R$ 9 milhões.

Segundo a defesa, esses valores se referem a uma “herança” de Marisa por conta do “regime marital de comunhão universal de bens”.

Lula foi condenado em julho deste ano a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo chamado “caso tríplex”. Por conta disso, Moro ordenou o bloqueio de cerca de R$ 13,7 milhões como indenização para a Petrobras. Com informações da ANSA.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: G1

5 comentários

  1. Marcelo disse:

    Tem que pegar este dinheiro e investir na saúde e educação do povo brasileiro.

  2. Ademr de Souza disse:

    Não dá para acreditar! Somos, decidida e comprovadamente, o povo politicamente mais ignorante do planeta. Ainda há fãs do Lula, torcendo por sua volta. O que essa plebe ignara tem na cabeça? Cérebro eu tenho a certeza de que não.

    1. Ademir, talvez seja pelo nº de escolas técnicas que quadruplicou, o nº de universitários que mais que dobrou, talvez pelo crescimento líquido de 72% do salário-mínimo, talvez seja pelo desemprego em 4,5%, o menor da história, sem dívidas com o FMI, sem congelar gastos com saúde e educação. BABACA!!!

  3. Ronaldo castro disse:

    Em 2018 não tem pra ninguém, LULA ganha em primeiro turno por WO

  4. edmo disse:

    Quando um juiz acerta num julgamento e condena alguém e bloqueia seus bens e mesmo o coloca na cadeia, está fazendo justiça, correto?
    E quando esse mesmo juiz erra fragorosamente, o mesmo não deveria ocorrer com ele?

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.