Brasil

Marca exibe criança em poses erotizadas e é denunciada ao Conar

Campanha gerou polêmica por usar imagem de menina em poses consideradas sensuais

Campanha gerou polêmica por usar imagem de menina em poses consideradas sensuais, usando maquiagem e roupas de adultos

Uma campanha do Dia das Crianças de uma marca cearense de bolsas e sapatos gerou polêmicas nas redes sociais. As três peças publicitárias mostram uma menina maquiada, usando objetos de adultos e em poses erotizadas. A campanha foi veiculada nas redes sociais da empresa e em banners nas lojas físicas. Após a publicação em 12 de outubro, as imagens foram compartilhadas por centenas de usuários do Facebook, acompanhadas de críticas à marca. A empresa diz que houve uma ”interpretação distorcida” do conteúdo.

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) afirmou que, até a segunda-feira (14), recebeu 70 notificações sobre a campanha da marca cearense, aceitou as denúncias e abriu um processo contra o anunciante. O órgão recebe denúncias de consumidores, autoridades e anunciantes, além de regulamentar a prática publicitária com base no Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária.

Entre os que criticaram a campanha, estão especialistas e publicitários que analisam que as peças ferem o código, que trata sobre crianças e adolescentes na publicidade. O parágrafo 1º do artigo 37 diz que “crianças e adolescentes não deverão figurar como modelos publicitários em anúncio que promova o consumo de quaisquer bens e serviços incompatíveis com sua condição, tais como armas de fogo, bebidas alcoólicas, cigarros, fogos de artifício e loterias, e todos os demais igualmente afetados por restrição legal”.

Após polêmica, empresa diz que foi 'mal interpretada' e vai retirar imagens

Empresa diz que foi ‘mal interpretada’ e que vai retirar imagens

Segundo a coordenadora do Grupo de Pesquisa da Relação Infância, Juventude e Mídia (Grim), da Universidade Federal do Ceará (UFC), Inês Vitorino, a campanha desrespeita não só o código da publicidade, mas também o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

“É uma campanha extremamente de mau gosto e desrespeitosa em relação às crianças. Para começar, a criança não é o foco da campanha. A marca é para o consumo de adultos e coloca a criança extremamente erotizada, em uma situação absolutamente desnecessária. Além disso, fere o ECA porque coloca a criança em situação vexatória, de calcinha, se maquiando, dentro de uma sociedade com tantos casos de pedofilia e abuso sexual”, afirma Inês Vitorino.

Para a pesquisadora, o caso é um retrocesso às discussões sobre ética na publicidade. “A reação das pessoas foi imediata contra a campanha. Quando vi, não acreditei. Um tema que vem sendo discutido há mais de uma década. Foi uma exposição desnecessária, gratuita. Com certeza, nas discussões de Ética, será lembrado com um exemplo de que nem tudo vale para vender”.

Nota da empresa: ‘Má interpretação’

Em nota, a marca Courofino informou que as peças e o banner publicitário divulgados na página oficial da empresa em uma rede social “buscou homenagear uma data tão importante no cenário nacional” e que houve uma “interpretação distorcida da real intenção da empresa” que era de mostrar a brincadeira de uma criança com os pertences da mãe.

A empresa também afirmou que não teve a intenção de erotizar a infância e informou que já retirou o material publicitário de circulação. A marca ainda pediu aos usuários das redes sociais que não compartilhe a imagem ou que excluam das páginas para diminuir os “efeitos negativos causados pela má interpretação da campanha”.

Regulamentação

De acordo com o Conar, mesmo que a marca retire as peças, o processo continua tramitando, pois poderá referenciar campanhas futuras. O próximo passo será dado por um dos 180 relatores do Conselho de Ética do Conar, escolhido para o caso, que decidirá se será necessária ou não uma medida liminar para a retirada da campanha. Segundo o conselho, o voto deve ser dado até esta quarta-feira (16). Caso não tenha uma medida liminar, a campanha pode ser utilizada até o fim do julgamento do processo, que dura de 30 a 40 dias.

Ainda de acordo com o Conar, é importante que as empresas reconheçam e atendam a regulamentação do conselho. A retirada é de responsabilidade do anunciante, que é informado sobre a existência do processo e pode participar da sessão que julgará o processo, apresentando, inclusive, defesa.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: G1

35 comentários

  1. Rosineide disse:

    É isso que dá não analisaram todos os ângulos antes de colocar o comercial no ar, se duvidar esta empresa nem tem um pedagogo em seu quadro de funcionários, agora é ter paciência, esperar a decisão da justiça e a poeira abaixar para recomeçar.

  2. Auder Gomes disse:

    Quem sabe, não exista alguem nesta empresa publicitária que seja pedófilo. Acho que o Ministério Público deveria investigar mais a fundo, e pra ontem, pois tudo isso é no mínimo suspeitíssimo!!!!

  3. Auder Gomes disse:

    Para mostrar a criança brincando com as coisas da mãe, é preciso por a menina de pernas abertas? Quem sabe, não exista alguem nesta empresa publicitária que seja pedófilo. Acho que o Ministério Público deveria investigar mais a fundo, e pra ontem, pois tudo isso é no mínimo suspeitíssimo!!!!

  4. Heloisa Machado disse:

    Lamentável!!Dói na gente. As crianças estão cada vez mais precoces e a culpa é dos adultos que incentivam essas práticas. Criança tem que brincar, aproveitar sua inocência e não ser incentivada a esse tipo de coisa. Muito triste mesmo!!!

  5. Ophir S. P. Junior disse:

    Com esta exposição gratuita e sórdida, os pedófilos terão estas fotos em mãos para expor esta criança a toda e qualquer situação vexatória. Será que os pais não viram isto, ou eles de propósito expuseram a sua própria filha? Se isto aconteceu é inaceitável e vergonhoso.

  6. ANGÉLICA disse:

    que povo mais, ridiculo, queria ver se fosse a filha deles, a publicidade brasileira faz de tudo para ganhar, dinheiro, nao importa o que tenha que fazer,o nosso país , estimula as meninas logo cedo, a terem relações, tão pequenas por isso tem garota de 12 anos tendo filho no posto de saúde, tudo isso é culpa dessa mídia, olha só nos programas de sabádo, e do domingo, só baixaria loucos são quem assiste essas porcarias,

  7. Weliton disse:

    A empresa e os pais deveriam ser processados por expor a criança nesse “comercial/propaganda”. Tudo foi premeditado e sem pudor. Que a Justiça seja feita e aplicada.

  8. Humberto disse:

    Estou terrivelmente indignado com essa empresa, e com os pais dessa criança!!! Expô uma criança a um papel ridículo desses, é o fim do mundo!!! Acho que não só a empresa deve ser processada mas também, os pais da garotinha!!! RIDÍCULOS, IRRESPONSÁVEIS E IMORAIS!!!

  9. José Carlos de oliveira disse:

    Este vagabundo deve ser preso!

  10. Marconi disse:

    Canalhas! Um processo é pouco! E ainda vem com esse papo idiota que é uma questão de interpretação.

  11. Lara disse:

    Se ela estivesse com um vestido da mãe, como toda a menina faz quando brinca com as coisas da mãe, ainda vá lá, mas só de calcinha é o fim da picada.

  12. maria disse:

    os pais dessa menina q deveria ser processado. detalhe atitudes como essa agradam os pedofilos assistiirem. deveria ser proibido tb fabicaçao de roupas inadequadas para as crianças

  13. Anderson MF disse:

    PROPAGANDA DE MAL GOSTO SEM CRIATIVIDADE E ABUSIVA

  14. MARTA REJANE GOMES disse:

    é falta de criatividade.mentes que produzem por quantidade e faltando qualidade.Isso é estímulo a prostituição infantil também!

  15. Rodrigo Lauriano disse:

    que falta de criatividade logo nesta epoca em que esta tao evidente os casos de pedofilia

  16. Sidnei Dornelles da Silva disse:

    E tem mulheres famosas dizendo que tiveram orgasmo com 8 e até 5 anos de idade como aquela tal de BRUNA SURFISTINHA. Não seria isso algo orquestrado para tentar “normalizar” o abuso sexual de crianças por adultos pervertidos?!

  17. Gustavo disse:

    O mundo jaz do maligno,o cristão tem que falar e tomar atitude para esse tipo de ato abominavel,Temos que orar e fechar o inferno com nossas atitudes contra isso!Jesus esta voltando!

  18. DANIEL/IURD disse:

    Depois uma marca dessa é a primeira a falar criticar a pedofilia, mas quando se trata de assuntos seus o caso é diferente. Devem ser punidos, tanto os pais que deixaram usar a imagem da criança quando a marca que com tal ato favorece o abuso contra as crianças.

  19. C4SC0 disse:

    PEDÓFILOS E PEDERASTA !!

    É o futuro das crianças aprovando as libertinagens já conhecidas… adultério (divórcios), privilégios para gays, prostituição e etc…

  20. simeia disse:

    desse jeito pedofilia,não vai ser mais crime,onde vamos para,perdermos pra sodoma e gomorra.

  21. ARNOLDO disse:

    ” JESUS…. tem misericordia dessa geração !!!!!

  22. Giselle disse:

    Permitiram*

  23. Giselle disse:

    Pior que os publicitários são os pais que partiram ter suas filhas expostas dessa maneira. Lamentável.

  24. Um cristão disse:

    Alguém tem dúvida acerca dos sinais dos últimos dias ?

  25. É CHOCANTE, DÁ UM NÓ NA GARGANTA, INDIGNAÇÃO TOTAL.

  26. fernando m.s disse:

    mais errado ainda são os pais dessas crianças, eles deveriam perde a guarda delas.

  27. PROPAGANDA EXTREMAMENTE DE MAL GOSTO, E DESRESPEITOSA. E OS PAIS DESSA CRIANÇA QUE PERMITIRAM ESSA EXPOSIÇÃO NEGATIVA DE SUA FILHA DEVE SER PUNIDO TAMBÉM. SERÁ QUE PARA ELES O DINHEIRO A FAMA FALA MAIS ALTO? SE A JUSTIÇA NÃO PEGAR FIRME COM ESSE CRIME, VAI TOMAR CONTA, QUE NEM HOMOSSEXUALISMO.

  28. rogermaxrjs disse:

    Será que esta empresa não teria uma melhor forma de veicular suas campanhas! Pode até não ter interesse no apelo sexual, mas que fica evidente tal e, como alguns mencionaram aqui, “aguçar o libido dos pedófilos de plantão”… Deve ser repudiado e punida a empresa…

  29. edson disse:

    pedofilia e tao doenca como homossexualismo! isso e fato nao ve quem nao quer

  30. Lia disse:

    Não gostei desta propaganda…. esta empresa deveria ser punida e processada.

  31. igor de souza campos disse:

    OS MAIORES ESCÂNDALOS DESTE PAÍS, DEPOIS DO EMPITCHMAN DE COLLOR, FORAM NO GOVERNO LULA E GOVERNO DILMA. ESTOU FALANDO…TEMOS QUE TIRAR DILMA DO PODER!!! JÁAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!

  32. Marcos lopes da silva disse:

    A Xuxa fez algo semelhante com um cd de sua autoria e ninguém se manifestou contra, nem mesmo as autoridades.Porque será? Não deveriam recolher todos os cds do mercado?

  33. Marcos Guimarães disse:

    Será que a agência de publicidade não quis saber se este tipo de propaganda só vai aflorar os instintos de pedofilia dos Pedófilos. Isto é muito estranho e merece uma investigação. Vocês não acham ?

  34. Luiz disse:

    Aonde vamos chegar nesse Brasil, casamento de pessoas do mesmo sexo, aborto, legalização da prostituição, to achando que o Brasil está virando uma sodoma e gomorra.

  35. MARCIO EZEQUIEL GOMES DA SILVA disse:

    É BRINCADEIRA! NÃO PERCEBEM QUE ISSO É UM PRATO CHEIO PARA OS PEDÓFILOS DE PLANTÃO.

Comentários encerrados.