Brasil

Ministério da Saúde publica cartilha que ensina aborto passo a passo

Ministério da Saúde patrocinou cartilha de 10 páginas, que instrui como usar medicamento abortivo

Uma cartilha pró-aborto, denominada ‘Protocolo Misoprostol’, foi publicada pelo Ministério da Saúde e ensina passo a passo como realizar um aborto usando o remédio Misoprostol. A publicação foi denunciada pela ONG Brasil Sem Aborto e gerou manifestação de líderes evangélicos, como o pastor Abner Ferreira, Vice-presidente do Conselho dos Ministros Evangélicos do Estado do Rio de Janeiro (COMERJ).

O remédio, mais conhecido pela marca Cyotek, tem a comercialização proibida no Brasil, e na cartilha não há assinatura ou menção a nenhum responsável técnico, o que descumpre padrões estabelecidos para o setor.

Embora os impressos encomendados pelo Ministério da Saúde sejam voltados a obstetras, a linguagem utilizada no trecho que ensina o método abortivo foge ao padrão técnico comumente usado em documentos médicos.

Na nota publicada pela Brasil sem Aborto, o trecho a seguir revela a suspeita da ONG quanto à publicação da cartilha: “Mais do que ao médico que precisa tomar decisões de tratamento, o folheto parece dirigir-se a pessoas que já conseguiram ou pretendem conseguir clandestinamente a droga e tem dúvidas sobre como utilizá-la para realizar o aborto”.

No ano passado, noticiou-se que o Ministério da Saúde estaria preparando uma cartilha de orientação para mulheres que decidissem abortar. A denúncia de agora reforça a tese levantada anteriormente.

Reação

Pr. Abner Ferreira escreve artigo denúncia e pede explicações ao ministro da Saúde

O pastor Abner Ferreira, que também é presidente das Assembleias de Deus do Ministério do Campo de Madureira (RJ), escreveu um artigo denunciando a publicação ‘Protocolo Misoprostol':

“VEJAM ISTO: UMA CARTILHA ILEGAL, PARA PROMOVER UM REMÉDIO PROIBIDO NO BRASIL, ESTIMULANDO O EXERCÍCIO DE UMA ATIVIDADE ILÍCITA E CRIMINOSA, VISANDO ESTIMULAR O HOMICÍDIO DE CRIANÇAS NO BRASIL”.

No texto, pastor Abner cita que o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, pode ter criado uma situação constrangedora para o Governo. “O ministro está patrocinando através de órgão público, mais precisamente da Secretaria de Atenção a Saúde, um material que instrui o crime de aborto (…) O material dito ‘neutro’ e ‘isento’ ao Governo é vergonhoso e eticamente doloso. É vergonhoso porque se pratica o engajamento mais descarado, mas sem qualquer identificação de pessoas, autores, colaboradores, etc. E é eticamente dolosa porque apela à mentira”.

O responsável pela publicação é o Departamento de Ações Programáticas Estratégicas da Secretaria de Atenção à Saúde e o texto também se encontra disponível na Biblioteca Virtual do Ministério.

“ESTOU NO AGUARDO DA FRENTE PARLAMENTAR EVANGÉLICA, CONVOCAR O SENHOR MINISTRO ALEXANDRE PADILHA, PARA EXPLICAR O PROPÓSITO E A LEGALIDADE DO MINISTÉRIO DA SAÚDE EM PROMOVER ESTA CARTILHA HOMICIDA”, desabafou o pastor.

Em seu artigo, ele também lembra que, quando candidata, “Dilma Rousseff assinou um termo de compromisso com os evangélicos no qual se comprometeu de não encaminhar ao Congresso qualquer proposta que tratasse de alterações de pontos de temas concernentes à família, incluindo o aborto”.

A questão, classificada pelo pastor Abner como “absurdamente inconstitucional” trará, segundo ele, “sérias consequências ao Governo, pois expressa o interesse do senhor ministro Alexandre Padilha em fomentar as políticas de incentivo ao aborto, ou, no caso, da descriminalização da prática”.

Pastor Abner Ferreria encerra sua colocação pedindo ao ministro da Saúde que não traia o compromisso assumido pela presidente Dilma com os envangélicos brasileiros, assim como o juramento feito pelo ministro, que é médico, em favor da vida humana. “RESPEITE A CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA NO BRASIL, QUE PRECONIZA A INVIOLABILIDADE DA VIDA”.

Leia também: Por que os cristãos são contra o aborto? Pr. Silas responde.

146 comentários

  1. MARCELO UCHOA disse:

    eu trabalho na área de comunicação e vejo como esses meios são cheios de corrupção, onde a sociedade só é informada daquilo que é critério deles, são esse site que nos ajuda a ver o outro lado o lado sério e cristão das informações, pra mim aborto é um absurdo e o governo apoiando isso é uma palhaçada.
    DEUS ABENÇOE SILAS MALAFAIA E TODOS QUE APOIAM ESSA OBRA..

  2. Michelly disse:

    Isso é um absurdo.

  3. Celeste disse:

    É o fim dos tempos. É muita HIPOCRISIA. Falam em defesa dos animais. Mas e o ser humano? Que Deus tenha misericórdia de nós. Apoio o Pastor Abner e Pastor Silas.

  4. fabiana gomes disse:

    a borto não foi liberado pela lei do homem e muito menos pela lei de Deus

  5. Marcos Guimarães disse:

    Admitamos que se esta proposta fosse aprovada, o que seria de pessoas como essa professora que com Sindrôme de Down que conseguiu superar as suas limitações e as que lhe foram impostas por uma sociedade preconceituosa?

  6. Robson disse:

    VERGONHA!

  7. ALEXANDRE MAGNO E.S COSTA disse:

    Nós lutamos tanto pela vida e o órgão responsável por isso pensa ao contrário. Isto é uma vergonha para nós que estamos em sala de aula, ensinando aos nossos alunos sobre como é maravilhoso viver e principalmente neste País. Onde estão as pessoas que defendem os direitos humanos, eu acho que nessas horas não tem nenhum. Onde estão? Um abraço a todos que amam a vida.

  8. Daniel disse:

    O aborto deve ser legalizado para que a mulher possa escolher ser quer ou nao ter um filho. A escolha é somente dela. Com certeza deve existir um tempo máximo para realizar o aborto como 2 ou 3 meses de gestação. Os EUA conseguiram diminuir sua criminalidade após permitir o aborto. Se uma mulher não tem condições de cuidar de um filho ela deve ter o direito de abortar, é uma escolha dela. Crianças sem estudo e/ou que os pais não queriam ter são as que mais se voltam para o crime.

  9. elenilson disse:

    Isso é uma vergonha pra nosso pais que a cada dia se afunda nas mão desse corrupitos

  10. Damiel H L B disse:

    NÃO APROVO A CARTILHA. APROVO a reportagem.

  11. Isso é o reflexo do final dos tempos,pois temos visto proteção total a favor de arvores e animais que declaram como sucetiveis a extição e em contrapartida o ser pensante e semelhante a Deus,criador e todo poderoso é representado para esta geração como nada e sem valor.
    Precisa ser aberto os olhos desta geração,que não está enchergando nada que vem de Deus,pois o pecado tem cegado e distanciado o homem do seu criador.

  12. Tiago Dinelly disse:

    O aborto ja foi legalizado ?
    O governo e patetico pensa que o povo e burro , que nao se informa , que nao percebe o que esta acontecendo em nosso pais.
    A FAVOR DO PLEBICITO PARA A NAO LEGALIZACAO DO ABORTO NO BRASIL!!!!1

  13. Élida Sampaio disse:

    Penso que deixaram de ensinar os princípios básicos da vida, e no lugar disso, estão tornando-a cada vez mais degradante. É absurdo! Imoral, Ilegal e totalmente fora de ética. Sem mais.

  14. mayara celia disse:

    EU CONCORDO COM TUDO QUE O PASTOR DISSE.

  15. Estevam disse:

    Vamos EXIGIR do Ministério da Saúde explicações… e EXIGIR URGENTEMENTE o cancelamento do PROJETO…. e a saída do ministro da pasta… ele é UM incompetente!!!… “QUALQUER OPINIÃO ou ATITUDE A FAVOR DO – ABORTO – SEMPRE SERÁ UM CRIME ! “.

  16. Edinho Pereira de Almeida disse:

    Cade a imprensa tendenciosa que nao denuncia

  17. claudia disse:

    esso e uma grande vergonha…

  18. Sr. Medeiros disse:

    Estamos apoiando o Pastor Silas.
    Estou contra o aborto!!

  19. Rauflim disse:

    É extremamente ridículo e inaceitável, isso demonstra a falta de respeito a Família e ao ser humano. Tem mais é criar vergonha na cara e começar a pensar e investir na PREVENÇÃO que é a maior arma que nós temos contra esses males, e essa prevenção vale também pra nós no sentido de sabermos escolher nossos representantes.

  20. neuma cintra disse:

    isso e crime pois se trata de uma vida que não pediu para vim ao mundo e nem sabe se defender ! fora vc que e afavor de tamanha crueldade ,desonestidade, sem carater .vamos orar e pedir a Deus muita misericodia ,e lutarmos contra tudo isso !

  21. Nilton de jesus Marcelino disse:

    Que Deus tenha misericordia desses lideres politicos sem direção

  22. Antonio disse:

    Pr Silas,o senhor tem programas em vários países. Faça saber ao povo norte-americano essa vergonha que se pratica no Brasil. Solicite que os países cristãos (ou de maioria cristã) se abstenha de comprar mercadorias brasileiras (o famoso boicote aos produtos brasileiros). Tenho certeza que o governo brasileiro imediatamente cuidará de se pronunciar contra o aborto e essa apostila. Enquanto não atingir as receitas dona Dilma não se importará…

  23. Jandira do Espirito Santo disse:

    MAIS UM ABSURDO.ESPERO QUE A PRESIDENTE DILMA HONRE A SUA PALAVRA. ELES QUEREM DAR UMA DE DEUS,POIS SÓ O SENHOR DEUS PODE DAR E TIRAR A VIDA.

  24. Fernando Cintra disse:

    É vergonhoso ver pessoas do governo se escondendo atrás de entidades públicas para gastar com aulas de assassinato, o dinheiro que destinado a ser gasto com a melhoria da saúde brasileira. Será que estão querendo cortar gastos com a saúde e a educação de amanhã matando os fetos de hoje? isso é comportamento medieval e discimulado. Qual será o futuro de uma sociedade que mata suas sementes?

  25. moises paulo disse:

    O Ministério da Saúde deveria se preocupar realmente, em promover a gestão da saúde do sistema de sáude, evitando que milhares de pessoas,morram à mingua nas portas dos de hospitais mal equipados, desestruturados e, consequentemente, incapazes de socorrer uma população dos mais diversos males, inclusive, por complicações resultantes de abortos provocados.

Comentários encerrados.