Brasil

Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar para Maluf

Imagem: DivulgaçãoO ministro Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou nesta quinta-feira (8) pedido de prisão domiciliar para o deputado Paulo Maluf (PP-SP), segundo nota da coluna Expresso de ‘Época’.

O parlamentar se entregou às autoridades em dezembro passado. Ele está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Leia também: PGR se manifesta no Supremo por manter Paulo Maluf preso

Outro processo

O ministro Luiz Fux, relator no Supremo Tribunal Federal (STF) de ação penal contra o deputado Paulo Maluf (PP-SP) por crime eleitoral, liberou o processo para a revisão, a cargo da ministra Rosa Weber. É o rito final antes de o caso ir a julgamento.

Preso em decorrência de outra acusação, Maluf é suspeito de falsidade ideológica. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), ele omitiu nas contas eleitorais de 2010 informação sobre o custeio de despesas de campanha no valor de R$ 185 mil feito pela Eucatex, empresa da família do político.

Saiba mais: Rodrigo Maia afasta Paulo Maluf de mandato de deputado federal

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Época e Agência Brasil