Brasil

Motorista que atropelou 17 no Rio não estava alcoolizado, diz polícia

Imagem: Reprodução Tv GloboO motorista Antonio Almeida Anaquim, que atropelou 17 pessoas nessa quinta-feira (18) à noite em Copacabana, não estava alcoolizado, de acordo com o resultado de exame feito pelo Instituto Médico-Legal (IML). Anaquim dirigia pela Avenida Atlântica e, por volta das 20h30, invadiu o calçadão, matando um bebê e ferindo 16 pessoas.

Segundo o próprio motorista, ele sofre de epilepsia e teve um ataque no momento em que dirigia. Policiais encontraram no veículo medicamentos utilizados para tratar a doença. Anaquim prestou depoimento na Delegacia de Copacabana (12ª DP).

Em sua carteira de motorista, estão registradas 14 multas, que somam 62 pontos em infrações. Segundo o Departamento de Trânsito (Detran), Antonio de Almeida Anaquim estava com a habilitação suspensa desde maio de 2014.

O motorista, de acordo com o Detran, não cumpriu a exigência de devolução da habilitação. Por ter cometido crime de trânsito e dirigido com a carteira suspensa, ele terá sua documentação cassada.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Correio Braziliense

4 comentários

  1. Se estava alcolizado ou não, não importa, querem tirar sua responsabilidade, matar alguém agora virou não culposo, pode-se atropelar á vontade.

  2. corrigindo o comentario abaixo, ediondo e não diondo, desculpe a falha

  3. Deveria existir um questionário e uma entrevista pessoal com um Juiz ou outra autoridade, orientado aos candidatos que caso omitisse qualquer parte do mesmo, não teria advogado de defesa e que o crime ou atropelamento seria crime diondo e puniçao mais rigidas, aí eu queria ver culposos!

  4. Tem muitos iguais a este nos volante, tem gente com problemas psiquiatricos,e outros.Já presenciei em madureira tem um sr. q. deve ter uns oitenta anos e faz barberagem e qdo. sai do carro parece q. tem alzimer ou mal de parkson, fica trêmulo. Deveria-se responsabilizar alguém, como detran ou parent

Comentários encerrados.