Brasil

Mulher de Nem da Rocinha quer absolvição e anulação de processo

Danúbia está presa desde outubro do ano passado e tenta absolvição no TJ do Rio

Danúbia está presa desde outubro do ano passado e tenta absolvição no TJ do Rio

A defesa de Danúbia de Souza Rangel, mulher do traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, entrou com um recurso no último dia 18, no Tribunal de Justiça do Rio, pedindo a sua absolvição pelos crimes de associação para o tráfico de drogas e corrupção ativa. No dia 26 do mês passado, os desembargadores da 7ª Câmara Criminal do Rio absolveram Danúbia pelo tráfico de drogas, mas negaram o pedido dos advogados para inocentá-la pelos outros dois crimes.

O recurso da defesa de Danúbia é contra a sentença de março de 2016, em processo na 40ª Vara Criminal do Rio, na qual a mulher de Nem foi condenada a 28 anos de prisão pelos três delitos. Com a decisão do mês passado, a pena foi reduzida para 17 anos e quatro meses. Os advogados querem que todo o processo no qual a cliente foi condenada seja anulado.

Na 7ª Câmara Criminal, os desembargadores José Roberto Lagranha Távora e Sidney Rosa foram a favor da absolvição de Danúbia por tráfico de drogas. Já Siro Darlan, que foi relator do processo, concordou com os argumentos para anulação de todo o processo e votou pela absolvição da mulher de Nem pelos três crimes.

– Como teve um voto do desembargador relator acolhendo as quatro nulidades e absolvendo ela também dos crimes de corrupção ativa e associação para o tráfico, pudemos apresentar um novo recurso no Tribunal de Justiça – explicou o advogado de defesa Marcelo Cruz.

Danúbia está presa desde outubro do ano passado, quando foi capturada num dos acessos ao Morro do Dendê, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: G1

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.