Mundo

Parlamento de Israel aprova lei que dificulta divisão de Jerusalém

A maior parte da comunidade internacional não reconhece a soberania de Israel sobre Jerusalém Oriental, capturada na Guerra dos Seis Dias, em 1967

A maior parte da comunidade internacional não reconhece a soberania de Israel sobre Jerusalém Oriental, capturada na Guerra dos Seis Dias, em 1967

O parlamento israelense aprovou nesta terça-feira (2) um projeto de lei que exige uma supermaioria para entregar o controle sobre qualquer parte de Jerusalém.

O projeto, aprovado por 64 votos contra 51, prevê que qualquer cessão de uma parte de Jerusalém necessita ser aprovada por dois terços do parlamento israelense.

A lei apresentada por um deputado do partido partido nacionalista Lar Judeu, também permite modificar a definição  “municipal” de Jerusalém, de forma que alguns setores da cidade sejam “declarados como entidades separadas”, segundo um comunicado do parlamento israelense.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Correio Braziliense

3 comentários

  1. Manoel Monteiro disse:

    Jerusalém é a capital de Jerusalém há 3000 anos atrás fundada pelo Davi, o maior rei de Israel.

  2. Manoel disse:

    Esse templo que aparece na foto é muçulmano e fica no centro de Jerusalém, os Israelitas deveriam ter expulsar os muçulmanos de lá há muito tempo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.