Brasil

Procurador sofre ‘retaliações indevidas’ de Lula, diz AGU

Ex-presidente acusa procurador de danos morais, baseado na entrevista na qual Dallagnol afirma que ele era o 'comandante máximo' da corrupção na Petrobras

Ex-presidente acusa procurador de danos morais, baseado na entrevista na qual Dallagnol afirma que ele era o ‘comandante máximo’ da corrupção na Petrobras

Para a Advocacia-Geral da União (AGU), o procurador da República Deltan Dallagnol é vítima de “retaliações indevidas” por parte do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A afirmação foi feita em contestação anexada ao processo movido pelo petista contra Deltan, em que Lula pede 1 milhão de reais de indenização por danos morais. O ex-presidente cita a emblemática apresentação em PowerPoint, em que o procurador o acusou de ser o “comandante máximo” do esquema investigado pela Operação Lava Jato.

Na avaliação da AGU, a ação de Lula pode comprometer “a independência e o funcionamento adequado do Ministério Público”, se autores de ações, como o procurador, estiverem “sujeitos a retaliações” dos acusados. Advogado do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins afirmou, por meio de nota, que o processo movido não diz respeito à ação, “por mais estapafúrdia e frívola que seja”, mas, sim, pelas suas falas transmitidas pela televisão, em uma questão fora das suas atribuições.

Martins contesta, também, o fato de Dallagnol ser defendido pela AGU, justamente por não considerar que a acusação esteja dentro das atividades profissionais do procurador. O órgão público alega que defende Deltan a pedido dele, com base em lei que autoriza agentes da administração pública federal a contar com a defesa dos advogados da União. Para a AGU, a ação trata das atribuições de Dallagnol.

Entrevista coletiva

Outro ponto de discordância entre os advogados do ex-presidente Lula e a Advocacia-Geral da União diz respeito ao caráter da entrevista coletiva concedida pelo procurador. Para Cristiano Zanin Martins, Deltan tratou de tema “estranho” à denúncia que informava na fala aos jornalistas, enquanto a AGU alega que ele obedeceu ao princípio de publicidade da Lei de Acesso à Informação e ao regulamento do MPF, que determina aos procuradores que expliquem casos de grande alcance.

Por fim, os advogados da União alegam que a apresentação feita por ele tinha finalidade de “proporcionar explicações mais didáticas” e contestaram o valor estabelecido para a ação, considerado desproporcional e superior a casos que envolvem morte. Os defensores de Lula acreditam que o comportamento do procurador “afronta as garantias constitucionais que o Ministério Público tem o dever de defender”.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Veja

8 comentários

  1. Luiz Felipe Radzki disse:

    Cuidado com idólatras. Tem parte com o mal. São perigosos, mas Jesus os venceu.

  2. Matheus disse:

    Coitado dele,
    Vai na televisão faz um circo dos horrores e no final diz que está baseado em convicção, não apresenta uma prova e agora se faz de vítima, esse era e é filhinho papai que chora quando apanha e abre um sorriso quando bate.
    MPU se basear em convicção… é perseguição.

    1. ricardo disse:

      Falou tudo…

    2. JASIEL ALVES disse:

      ESSE Dallagnol É UM CANALHA A SERVIÇO DA PODRE ELITE BRASILEIRA, E AINDA TEM INOCENTE APLAUDINDO.

  3. GILBERTO CORREIA DE LIMA disse:

    Aqui no Brasil ninguém pode mais falar a verdade, se não é processado. Isso é uma vergonha, o procurador só falou o que todo povo brasileiro já sabe.

    1. Celia Rezende disse:

      Só não vê e não sabe quem não quer está cauterizado mesmo. Deus proteja o Dr Deltan que os anjos do Senhor se acampe ao redor dele e o livre.

  4. mercius disse:

    Boa noite o senhor LUIZ INACIO LULA DA SILVA E SUA FAMILIA,mereçem sim uma indenização e o valor é uniforme laranjado cabeça raspada,e jaula,pena que no brasil não a pena de morte para mentiros e coruPTos.

  5. O que dá para entender dessas atitudes dos advogados do Lula, é que o contrato deles com o Lula deve ser através de processos que eles inventam para conseguir indenizações para o Lula. Porque as acusações que eles têm feito não têm sentido nenhum. Tem sido absurdos em cima de absurdos.

Comentários encerrados.