Gospel

Radicais islâmicos atacam outra cidade no sul das Filipinas

Conflito entre tropas do governo e militantes islâmicos faz mais de 500 famílias serem evacuadas

Conflito entre tropas do governo e militantes islâmicos faz mais de 500 famílias serem evacuadas

Na noite do último domingo (17), rebeldes do grupo Maute (afiliado ao Estado Islâmico – EI) atacaram a cidade de Tubaran, na província de Lanao del Sur, no sul das Filipinas. A cidade de Marawi, que foi devastada durante cinco meses de ocupação do Maute, é a capital dessa província.

O alvo dos ataques aéreos por parte do governo é o remanescente do grupo Maute-EI, agora liderado por Abu Dar. Após a morte do comandante Isnilon Hapilon, Abu Dar se tornou o emir designado do EI no sudeste da Ásia. Emir ou amir, que em árabe significa príncipe, é um título de nobreza. Originalmente, foi um título de honra atribuído aos descendentes de Maomé. Séculos depois, passou a ser utilizado em vários contextos, como por exemplo, para se referir a chefes e nobres.

Os ataques se estenderam até segunda-feira (18). Veículos da mídia reportam que mais de 500 famílias foram evacuadas devido ao conflito. Nossa equipe no país ainda não sabe quantos dos nossos contatos foram afetados. Nosso colaborador local, Khalil*, diz que ainda não dá para saber como isso afetará nosso trabalho, visto que o ataque é centralizado em Tubaran, longe de onde eles estão.

“No entanto, oramos para que outras regiões não sejam afetadas e que outros grupos não se aproveitem da situação para causar violência em outros lugares”, complementa. Ele diz ainda que radicais tendem a fazer ataques terroristas antes ou logo depois do Ramadã, o mês do jejum muçulmano, que acabou na sexta-feira (15). Ore pela intervenção de Deus nessa situação e pelos cristãos da região.

*Nome alterado por segurança.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Portas Abertas

Um comentário

  1. Thiago Lísias de Andrade Amaral disse:

    Um país católico, que à frente tem um homem de verdade: Rodrigo Duterte! Coisa que falta aqui no Brasil. Mas aí vem os mulçumanos e fazem o que sempre gostam de fazer: PROVOCAR, CONTENDER, MATAR, e se incomodar com o que não os interessados!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.