Brasil

STF aprova aborto de anencéfalo; Pr. Silas Malafaia comenta

Por 8 votos a 2, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu autorizar a mulher a interromper a gravidez em casos de fetos anencéfalos, sem que a prática configure aborto criminoso. Durante dois dias de julgamento, a maioria dos ministros do STF considerou procedente ação movida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS), que tramita na Corte desde 2004.

Pr. Silas Malafaia comenta:

O meu comentário terá viés teológico, científico e jurídico. Teologicamente falando, a Bíblia, que é o livro de regra e fé do cristão, não abre mão nem no antigo, nem no novo testamento, para nenhum tipo de aborto. A Bíblia trata o feto como uma pessoa. Deus se fez homem na concepção (Lucas 1:31). O Salmo 139 mostra, de maneira espetacular, que antes da concepção Deus já tinha anotado tudo em seu livro, antes da existência de qualquer parte do nosso corpo (versículo 16b). Deus participou no ato da concepção (versículo 13); Deus me viu na fase embrionária (versículo 16a); Deus participou de todo o desenvolvimento da vida fetal. Dar a vida e tirá-la pertence a soberania de Deus. E como já falamos, todo indivíduo nasce para morrer, seja a um segundo após o parto ou com noventa anos de idade.

Na questão científica, o que precisamos entender é que o bebê no ventre da mãe é um ser independente, está em simbiose com a mãe por questões de nutrientes para o seu desenvolvimento. Na gestação o agente passivo é a mãe, o ativo é o bebê que está dentro dela. É ele que faz cessar os ciclos da mãe, que regula o líquido amniótico, em ultima instância determina a hora de vir ao mundo e está protegido por uma capsula para não ser expulso como corpo estranho. Por outro lado, na análise científica, o que ninguém quer ver e saber – porque isto faz parte de um jogo para aprovar qualquer tipo de aborto no futuro – é que o sofrimento da mulher que carrega por nove meses um bebê anencéfalo não dá para se comparar com o trauma pós aborto que essas mulheres carregam. Podem marcar toda a sua vida por questões gravíssimas na área psicológica e emocional.

Incentivo você a ler a matéria da psicóloga Marisa Lobo aqui no Verdade Gospel.

O sofrimento de uma mulher que dá a luz a uma criança anencéfala pode ser, no máximo, nove meses. Mas o sofrimento de uma mulher que faz qualquer tipo de aborto, pode ser por toda a vida.

Na questão jurídica, aborto no Brasil é crime. Jamais o STF poderia aprová-lo. É o congresso nacional que tem autoridade para legislar. Por fim, na China já se faz aborto para bebês com Síndrome de Down e uma campanha surda para abortar meninas. Daqui a pouco vamos fazer seleção de raça e abortar bebês com qualquer tipo de defeito. Como disse, o espírito de Hitler está no mundo da pós-modernidade. O ser humano está sendo coisificado. É uma “coisa” como qualquer outra coisa que possa ser descartada. Assista o vídeo do voto contrário do presidente do STF , ministro Cezar Peluso. Simplesmente irretocável e sensacional. Convido você também a ler os artigos de Reinaldo Azevedo (colunista do site da Veja) sobre o assunto. É uma paulada nos que defendem o aborto. 

252 comentários

  1. Walquiria disse:

    “SENHOR, tu me sondaste, e me conheces. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.” (Salmos 139.1,15,16)

  2. Gebel disse:

    ANENCEFALIA

    Joanna de Ângelis

    Nada no Universo ocorre como fenômeno caótico, resultado de alguma desordem que nele predomine. O que parece casual, destrutivo, é sempre efeito de uma programação transcendente, que objetiva a ordem, a harmonia.

    De igual maneira, nos destinos humanos sempre vige a Lei de Causa e Efeito, como responsável legítima por todas as ocorrências, por mais diversificadas apresentem-se.

    O Espírito progride através das experiências que lhe facultam desenvo

  3. moizez disse:

    CITO A BÍBLIA: Podia acaso associar-se contigo o trono de iniquidade,que forja o mal tendo por pretexto uma lei? Acorrem em tropel contra a vida do justo,e condenam o sangue inocente.
    Salmos 94 versos 20e21.
    O povo cristão só vai vencer esta batalha com jejum,oração e santificação,porque como ja dizia Paulo:
    A nossa luta não é contra a carne…….

  4. Lucas disse:

    Por favor vc poderia me informar da onde foi retirado esse comentário do pastor S. Malafaia?
    É que estou fazendo um trabalho sobre o assunto mas preciso das fontes para fazer uso desse material.
    Desde já obrigado e fiquem com Deus!

    1. marcosmelo disse:

      Cara Lucas, este comentário foi feito em primeira mão aqui no Verdade Gospel.
      Obrigado pela participação!

  5. Emerson Teofilo Alves Monteiro disse:

    Belissimo voto do Sr. Ministro presidente do STF…

  6. Luciano Oliveira disse:

    HUm… espero que os Proprios politicos não se aproveitem pra enconder escandalos… Matando aquilo que seria a prova contra supostas traiçoes.

  7. everton disse:

    Existem coisas muito mais importantes para se preocuparem! por exemplo pessoas que se embreagam e pegam o carro para matar pessoas.Enquanto pessoas estão morrendo por acidentes q poderiam ser evitados,nenhuma lei impede desses assacinos de pegarem o carro novamente e ficam impunes,isso é um absurdo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Jesus esta voltando pra acabar com essa bagaceira,ai eu quero ver neguinho de joelhos arrependido,tarde demais pra eles.

  8. John disse:

    Maria, uma coisa é o enfoque teológico da questaõ e outra coisa é a vida real. Nós vivemos a realidade, mas sempre rogamos a Deus mudanças para o bem, e nisso depositamos nossa ESPERANÇA.

  9. John disse:

    … Entretanto a lei apenas vai deixar a gestante escolher pela interrupção ou não. Mas, ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer. Será uma decisão de foro particularíssimo, sem a interferência do Estado. Portanto, aquele que tiver plena convicção de que o Senhor poderá interferir no processo e conceder um cérebro ao feto, agirá segundo essa fé. Só não podemos esquecer que a fé não é de todos. E o Estado também faz a lei para as demais religiões e ateus.

  10. Rosmário Santa Cruz disse:

    Nesse caso de forma específica, o sofrimento posterior com relação ao aborto jamais poderá ser comparado ao dedar à luz um ser que vai morrer em seguida; não é um ato de amor. Da mesma forma, penso eu, vítimas de estupro, que darao à luz crianças que nao serão nem de longe amadas; serão sim, o retrato da violência sofrida.
    Lamento, é uma vida, em ambos os casos, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa, é outra coisa. Sou contra o aborto banal, como é feito em diversos países e no nosso também.

  11. Rosmário Santa Cruz disse:

    Boa noite. – Silas é um dos maiores e melhores oradores que conheço; trafegando livremente em todos os temas, sejam eles religiosos, científicos ou jurídicos.

    Não concordo, desta forma, com a colocação acerca do aborto aprovado pelo STF de anecéfalos. Não creio que o sofrimento de uma mãe com o aborto autorizado, seja maior que o sentimento pós aborto, especificamente neste caso. O sofrimento da mãe de um anecéfalo durante 9 longos meses é incomensurável.

Comentários encerrados.