Brasil

STF vai decidir se livra políticos do PMDB das mãos de Moro; entenda

Suspensão da denúncia contra políticos do PMDB será decidida pelo plenário do STF. A decisão foi tomada por Edson Fachin. Cunha e Geddel questionaram fato de o ministro fatiar denúncia contra Temer, permitindo prosseguimento das investigações sobre acusados sem foro

Suspensão da denúncia contra políticos do PMDB será decidida pelo plenário do STF. A decisão foi tomada por Edson Fachin. Cunha e Geddel questionaram fato de o ministro fatiar denúncia contra Temer, permitindo prosseguimento das investigações sobre acusados sem foro

O ministro Luiz Edson Fachin decidiu nesta quinta-feira (16) submeter ao plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) pedidos de políticos do PMDB para suspender o andamento da denúncia na qual foram acusados com o presidente Michel Temer.

Ainda não há data para a análise do plenário. Mas o objetivo de Fachin é levar a questão ao plenário ainda neste ano, antes do recesso do Judiciário, que começa em 18 de dezembro.

Os pedidos foram apresentados pelas defesas do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima (PMDB-BA).

Os advogados alegam que, como Geddel e Cunha foram acusados de forma conjunta com Temer por organização criminosa, devem continuar no mesmo processo do presidente, suspenso por decisão da Câmara dos Deputados.

Na prática, a medida, se atendida, fará com que o processo permaneça único e só volte a tramitar quando o mandato de Temer acabar.

Os pedidos em análise questionam a decisão de Fachin de fatiar a denúncia contra Temer e enviar ao juiz federal Sérgio Moro as acusações contra os demais acusados sem o foro privilegiado.

Além das acusações contra Cunha e Geddel, também foram encaminhadas a Moro as denúncias contra o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (Turismo) e contra o ex-assessor de Temer e ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, todos do PMDB.

Pedido de Temer

Um pedido semelhante, questionando o fatiamento da denúncia, foi apresentado pela própria defesa de Michel Temer.

O advogado Eduardo Carnelós alega que a continuidade dos processos em relação a outros acusados pode produzir provas contra o presidente, temporariamente blindado.

No pedido, ele diz que o prosseguimento do processo em relação aos outros políticos do PMDB levará ao “consistente e perigosíssimo risco de ocorrer colheita de prova sem a participação daqueles que, no futuro, poderão vir a ser atingidos por ela”.

“Permitir que tal imputação tenha sequência em relação a alguns dos denunciados, e permaneça suspensa em relação a outros (dentre os quais, no dizer da absurda inicial acusatória, aquele que seria o líder da cerebrina organização criminosa), implica aceitar o risco de que, sem que estes últimos possam defender-se na eventual instrução criminal que venha a ser realizada, o julgamento dos fatos poderá atingir, irreversivelmente, aqueles que não puderam participar da colheita da prova, com prejuízo evidente a eles!”, diz a peça.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: G1

8 comentários

  1. PEDRO ACREANO disse:

    A gente perde é o ânimo com tanta bandidagem…. E olha que eu trabalho na força policial heim…
    Conforme a eleição do ano que vem, sei não… Talvez é melhor ir embora do Brasil….

  2. Evânio da silva lopes disse:

    Os ministros bandidos do STF vão garantir a vitória dos políticos bandidos do pmdb e outros. Vamos derruba o STF E O CONGRESSO CORRUPTO JÁ. Povo e os militares juntos, vamos mandar os ministros pra cuba

  3. Marcelo Jesus disse:

    SÓ SÃO PRESOS OS “COBAIAS” OS SAFADOS CORRUPTOS ESTÃO RINDO DE NOSSA CARA…

  4. no brasil justiça e para trabalhadores que tem os seus direito tirados negros e pobres.esta turma de ladrão vagabundos que foram eleitos com os votos dos eleitores que confiou neles não exite justiça tem que reunir os três poderes em um sô lugar e explodir uma bombom bem potente assim ficamos livre

  5. Mário disse:

    O pecado vai endurecendo tanto o coração do ser humano a tal ponto que ele já não percebe mais nada.

  6. Porque não zera tudo, livra todos, virou mesmo bagunça, não se respeita mais o judiciario, policia federal, é gastar dinheiro com investigações, onde fica provado, mas ninguém vai preso, solta todos, pára não ficar mais duvida que está entregue as baratas!

  7. Não adianta eles virem com essas desculpas esfarrapadas que não vai livrar eles da cadeia. Acabou a impunidade com o advento da Lava Jato. Eles estão estranhando porque antes só quem ia para cadeia era assaltante de ruas, hoje os de cofres públicos também estão indo e não tem volta.

    1. Marcelo Jesus disse:

      CARO,João guilherme Respeito sua opinião porém quanto a justiça brasileira a impunidade está ganhando MEDALHA DE OURO sem esse de justiça prisão para os cobaia

Comentários encerrados.