Brasil

STF valida delações premiadas negociada pela Policia Federal

A corte decidiu que a polícia não vai precisar de aval do Ministério Público para fechar os acordos

A corte decidiu que a polícia não vai precisar de aval do Ministério Público para fechar os acordos

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (20) concordar com a possibilidade de a Polícia Federal (PF) e as polícias civis celebrarem acordos de delação premiada, mas impôs uma série de parâmetros a serem observados nessas tratativas.

O entendimento impõe uma derrota na posição defendida pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que apresentou a ação ao STF a fim de garantir a exclusividade nesses acordos para o Ministério Público.

Com a decisão, vários acordos firmados pela Polícia Federal deverão ser homologados, como o do ex-ministro Antonio Palocci e dos publicitários Marcos Valério Fernandes de Souza e Duda Mendonça.

A corte decidiu que a polícia não vai precisar de aval do Ministério Público para fechar os acordos. Mas, ao mesmo tempo, o MP poderá denunciar à Justiça esses investigados que viraram delatores com a polícia. Nos acordos celebrados com o MP comumente tem se garantido que o colaborador não seja processado.

Ainda assim, em ambos os casos a palavra final sobre a validade do acerto será do Poder Judiciário.

Os ministros também reafirmaram que as penas estipuladas na delação devem ser submetidas ao juiz ao fim das investigações. A polícia, entretanto, não poderá adentrar em atribuições exclusivas do MP, como impedir o oferecimento de uma denúncia.

Dos 11 ministros, apenas o relator da operação Lava Jato no Supremo, Edson Fachin, votou totalmente contra a possibilidade de a polícia celebrar acordos de delação. O julgamento tinha sido interrompido no fim do ano passado, quando já havia uma maioria favorável à posição da polícia.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Reuters

2 comentários

  1. NEMÉSIO EURÍPEDES ROSADO disse:

    Tem que agilizar os processos dando garantia de ampla defesa e contraditório para haver absolvição ou condenação. Essas picuinhas favorece a impunidade e todo bandido safado de colarinho branco adora isso!
    ACORDO BRASIL! ELEJA FICHA LIMPA/DIGA NÃO A CORRUPTO DE ESTIMAÇÃO!

  2. NEMÉSIO EURÍPEDES ROSADO disse:

    Até parece um circo de bebês isso! Quem tem competência original de investigação é a Polícia, em seguida MP da parecer para seguir ou encerrar e Juiz encerra arquivando ou dando prosseguimento do processo!
    Afinal de contas, o MP pode e deve acompanhar a investigação quando necessário! SIMPLES!!!!!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.