Brasil

Turma do STJ rejeita libertar Lula para fazer campanha

Imagem: ReproduçãoA 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, por unanimidade, um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para permitir que ele deixasse a prisão e pudesse participar da campanha eleitoral, até o julgamento pelo tribunal do recurso que vai analisar o mérito da condenação do petista no processo do tríplex do Guarujá (SP).

A decisão foi tomada pelo colegiado no dia 2 de agosto, mas foi divulgada pela assessoria de imprensa do tribunal apenas nesta quinta-feira (9).

A turma confirmou decisão individual dada no dia 11 de junho pelo relator, ministro Felix Fischer. A defesa de Lula pediu uma liminar para atribuir um efeito suspensivo ao recurso contra a condenação do TRF-4, o que, na prática, poderia retirar o ex-presidente da cadeia, onde está desde abril cumprindo pena.

Segundo a assessoria do STJ, o TRF-4 ainda não enviou ao tribunal superior o recurso que questiona o mérito da condenação no caso do tríplex – chamado de recursos especial.

No julgamento pela 5ª Turma, o ministro Felix Fischer ressaltou que, embora o recurso especial tenha sido admitido entre a data da decisão monocrática individual dele e o julgamento do pedido de liminar pelo colegiado, “não se vislumbra a presença de qualquer fundamento apto a desconstituir a decisão proferida anteriormente”.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Reuters

3 comentários

  1. Naldo disse:

    Lugar de bandido é na cadeia, e não na rua fazendo campanha. Mais uma vez, parabéns ao Judiciário, que, tirando algumas batatas podres do STF (e um certo desembargador petista do TRF4), tem agido com justiça e respeito às leis.

  2. Manoel disse:

    O PT e seus aliados, tendem à arruinar o Brasil economicamente. Quem disse a essa cambada, que tirar a mordomia das empresas e dos demais ricos, melhora a situação dos mais pobres? Os países, os chamados de “primeiro mundo” melhoraram a vida dos mais pobres dando-lhes emprego e nada de graça.

  3. Manoel disse:

    Não me regozijo com a prisão do Lula, mas é melhor que ele esteja na cadeia do que solto, porque fora dela correríamos o risco dele transformar o Brasil no regime Cuba e a política desastrosa economicamente da Venezuela.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.