Brasil

Vídeo: ‘Não é programa eleitoral’, disse Moro a Lula durante depoimento

Moro interrompe Lula em depoimento: ‘Não é programa eleitoral’ Juiz se incomodou com discurso político do petista durante interrogatório

Moro interrompe Lula em depoimento: ‘Não é programa eleitoral’. Juiz se incomodou com discurso político do petista durante interrogatório

Durante as suas declarações finais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou praticamente todo o tempo para falar sobre suas conquistas políticas e se colocar como vítima de ataques da imprensa e dos procuradores que o denunciaram por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex no Guarujá (SP). Em pelo menos três momentos diferentes, o juiz Sergio Moro ficou incomodado com o discurso político do petista e o interrompeu para afirmar que aquele espaço não era destinado a palanque (confira o vídeo abaixo). A informação é de ‘Veja’.

“Presidente, só para esclarecer: não sei quanto tempo vai durar o pronunciamento, mas não é para fazer um apanhado do que [o senhor] fez no seu governo, não é programa eleitoral”, disse Moro. O petista logo reagiu: “É porque eu estou sendo julgado pelo que eu fiz no governo, pela construção de um Power Point mentiroso. Aquilo é ilação pura”.

Mais adiante, o magistrado tomou novamente a palavra para dizer que Lula estava “realmente fugindo da questão” e que ele tinha condições de fazer esse tipo de fala em outros lugares. O petista insistiu — disse ter “orgulho” da Petrobras e do desafio que teve em assumir a presidência sendo um metalúrgico sem formação acadêmica — e pediu ao juiz por mais paciência. “Eu sei que o senhor é muito jovem, jovem tem menos paciência que velho”, cutucou.

Ex-presidente se queixou de decisões da Lava Jato

Ex-presidente se queixou de decisões da Lava Jato

Na parte final, ocorreu o momento de maior tensão entre Lula e Moro — o petista se virou para o juiz e reclamou de duas decisões tomadas por ele na Lava Jato, a de liberar os áudios de conversas telefônicas com mulher, Marisa Letícia, e a de decretar a sua condução coercitiva na 24ª fase da Operação.

“O senhor sem querer entrou nesse processo, porque o vazamento de conversas com a minha mulher e os meus filhos foi o senhor que autorizou. Eu não tinha o direito de ter a minha casa molestada, sem que eu fosse intimado para uma audiência. Ninguém nunca me convidou. De repente, eu vejo um pelotão da Polícia Federal, quando eu sai até levantaram o colchão, achando que eu tinha dinheiro”, afirmou.

O ex-presidente prosseguiu, dizendo a Moro para tomar cuidado porque a imprensa também passaria a ataca-lo se percebesse que ele poderia absolve-lo na ação penal. O juiz retrucou: “Senhor ex-presidente, eu já sou atacado por bastante gente, inclusive por blogs que supostamente patrocinam o senhor. Também padeço dos mesmos males em certa medida”.

Com um calhamaço de folhas na mão, Lula listou ao juiz em números exatos quantas vezes virou manchete de jornais e capas de revista por acusações da Lava Jato. Moro rebateu, perguntando se outros réus também não haviam sido citados nas matérias. “A imprensa tem a liberdade dela. Só para esclarecer: Não é a imprensa que faz a acusação nesse processo”, completou.

Num certo momento, Lula tentou apelar para o lado emocional do juiz, dizendo que não estava preocupado com os adversários, mas com os seus netos de 4 e 5 anos que sofrem bullying na escola “por causa das mentiras” e ficam lhe fazendo perguntas. “Confesso que esperava mais respeito por um homem que deu a esse país uma dignidade que ele não tinha há muito tempo”, disse.

Confira parte do interrogatório abaixo e deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Veja

27 comentários

  1. Junia disse:

    carlos tenorio dias de oliveira de inscreveu ak como militante do pt ou mst ou de qual sindicato? Ou é da equipe de advogados do Lula, o qual te uma dicção horrivel, não dá pra entender nada do que ele fala, só entendo por meio das reportagens.

    1. Dicção é quando eu falo, quando escrevo posso errar de outras formas. Mas acho que qualquer texto capaz de fazer o contraditório à tantas bobagens que se lê neste Blog e no geral, pode sim criar dificuldades tanto do ponto de vista da hermenêutica quanto da semântica. Minhas sinceras desculpas.

  2. Monique Peixoto disse:

    Eu ainda acho capaz ,desse cara ser eleito novamente, o povo gosta de acreditar nesses caras infelizmente!

  3. wander disse:

    Tudo que aconteceu e está acontecendo é permissão de Deus. Um povo que volta as costas para O Deus Criador e elege pessoas corruptas e sem temor “O Povo padece”.

  4. wander disse:

    Lula mais uma vez surpreende em colocar a culpa na falecida. Lamentável ter levado toda família para lama.

  5. JASIEL ALVES disse:

    Simples, LULA 2018.

  6. João Carlos disse:

    O problema não é o Lula… o problema são as milhares de pessoas que votam nele. O problema não é o diabo…. São as pessoaa que o diabo usa…. entendeu? Está dado o recado….

    1. JASIEL ALVES disse:

      Você é apenas mais um CANALHA! Quer dizer a direita é honesta e está a serviço de Deus? Medíocre? Não vem misturar Deus com isso porque vc estaria fazendo Deus tão corrupto quando vc o é!

  7. julio chaves regis disse:

    Lula guerreiro? vc quer dizer “Guerrilheiro” não é? Manchar sua reputação? brincadeira viu! Q reputação? Triste em acreditar q até no nosso meio existe petralhas. Um bandido, mentiroso, corrupto que saqueou o país juntamente com sua quadrilha, pousando de bom moço e ainda tem gente defendendo ele?

  8. ANA disse:

    Prefiro acreditar que são ímpios as pessoas que estão aqui pedindo o Lula 2018. Nada contra o Lula especificamente, mas não vejo o que sentir saudade no governo dele. Estamos debaixo de Juizo de Deus. Nós precisamos que Deus faça tudo novo na nossa nação. Mas mtos querem as coisas velhas de novo.

    1. JASIEL ALVES disse:

      Tu tens fama de que estas viva, mas estais morta. Inocente imparcial.

    2. Na audiência, com o Moro, só não apareceu, porém, o essencial: a apresentação de uma única prova, por mais insignificante que fosse, para justificar a mínima razão para a abertura do processo judicial contra o ex-presidente.

    3. O procurador Carlos Fernando Lima lamentou que Lula não tenha produzido provas contra si. Isso deixa claro que a acusação [ao encargo do MP e da PF] não possuía provas e que, na ausência de provas, esperava que o ex-presidente se auto-incriminasse. QUEM NÃO DEVE NÃO TEME E NEM TREME!

  9. JOAO BATISTA disse:

    UM FATO A CONSIDEDAR.
    MEU VIZINHO COMPROU UM CARRO ZERO EM 2014…. ELE E VENDEDOR AUTONOMO.
    TAMBEM GANHAVA UM BONUS DO GOVERNO (BOLSA FAMILIA ).
    MEU COLEGA NO EMPREGO DEFENDIA MUITO O PT…
    TAMBEM ERA BENEFICIADO COM BONUS DO GOVERNO.

  10. Marcelo disse:

    Não vejo verdades nas palavras deste homem.

  11. JASIEL ALVES disse:

    Lula 2018.

  12. edmar disse:

    #Bolsonaropresidente2018
    treme esquerda, kkkkkkkkkkkkk.

    1. ricardo disse:

      Lula,
      guerreiro,
      do povo brasileiro.
      tremam fascistas KKKKKK

  13. Wellington Siqueira da Silva disse:

    E ELE (LULA) ESTÁ CORRETO EM SUAS AFIRMAÇÕES…ESTÁ SENDO DEPREDADO, SENDO PERSEGUIDO DE TODAS AS FORMAS ILEGAIS POSSÍVEIS POR ESSE JUÍZ , TENDO CONVERSAS PARTICULARES DE GRAMPOS VAZADOS DE FORMA CLARAMENTE TENDENCIOSA, A FIM DE MANCHAR SUA REPUTAÇÃO, SEM PROVAS CONCRETAS ATÉ AGORA! LULA 2018!!!

    1. Diego disse:

      Você sabe quando é dia e quando é noite?

  14. Moro fez “cena política” perguntando a Lula sobre Mensalão e programas do PT. Após cinco horas de depoimento, defesa de Lula revelou que Moro quis abordar assuntos que não têm conexão com a ação penal do triplex. Ex-presidente foi orientado a não responder questões sobre política, disse Zanin.

    1. Jornal GGN – A defesa de Lula revelou, na noite desta quarta (10), que o juiz Sergio Moro extrapolou o escopo da denúncia do caso triplex e fez uma “cena política” ao questionar o ex-presidente sobre o julgamento do Mensalão e o caso do sítio de Atibaia, que sequer é objeto de uma ação penal.

    2. O advogado Cristiano Zanin disse, em coletiva de imprensa, que Moro ainda perguntou a Lula sobre programas que o petista criou em sua passagem pelo Palácio do Planalto, numa clara demonstração de “perseguição política”.”…quando isso acontece, você não está em um estado democrático de Direito.

    3. “É evidente que não cabia a Lula ao depor em uma ação penal sobre triplex, jamais ter sido perguntado nessa linha de dar opinião sobre um julgamento no STF e políticas realizadas no seu governo. Isso mostra que o que estava em discussão não era o triplex, é a instituição Presidência da República…

  15. EVERTON disse:

    ESSE E UM DOS MAIORES PICARETAS QUE O BRASILEIRO JÁ VIU!SEMPRE FAZENDO DE VÍTIMA.O QUE ACREDITAR NUM CARA DESSE AINDA.É UM BASTARDO MESMO!!!

  16. Manoel disse:

    Nada contra o Lula, mas por causa desse partido baderneiro PT, que nada mais é do que os “bolivarianos brasileiros” Essa doutrina é coisa do passado, mas para os dias de hoje, e principalmente para o nosso Brasil, não queremos, fora PT!

    1. Mané, é por isso que o Moro não deixar gravar ou transmitir ao vido a audiência,afinal ele gosta é de vazar só aquilo que compromete Lula/Dilma/PT.Quem faz as perguntas são o juiz, a promotoria e a defesa. Você acha moderno é acabar com as leis trabalhistas e voltarmos ao período pré-Getúlio Vargas?

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.