Brasil

Vídeo: Procuradores reagem a proposta de senador que muda a Lei do abuso de autoridade

Imagem: Reprodução/Facebook

Em um vídeo postado em suas redes sociais, o procurador Deltan Dallagnol (ao centro) argumenta que o projeto pode “calar de vez a força-tarefa da Lava Jato”

O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, divulgou em sua página no Facebook um pedido para que a população se mobilize contra o projeto de abuso de autoridade que será reapresentado nesta quarta-feira (19) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Deltan argumenta que o projeto pode “calar de vez a força-tarefa da Lava Jato”. Confira o vídeo abaixo.

Saiba mais: Relator quer alterar projeto original que muda a Lei do abuso de autoridade

“Não permita que isso aconteça. Se manifeste contra essa lei, viralize esse vídeo, expresse sua indignação, faça sua voz ser ouvida pelos políticos. Vamos lutar juntos contra a impunidade e a corrupção”, diz o procurador.

No texto da publicação, Deltan diz ainda que propostas como a dos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Roberto Requião (PMDB-PR) “será usado pelos investigados que têm poder para processar criminalmente e retaliar os investigadores”, diferente da proposta original sugerida pelo procurador-geral Rodrigo Janot.

“Todos nós somos contra o abuso de autoridade. Mas não é isso que está em jogo. Esse projeto promove uma verdadeira vingança contra a Lava Jato. O que desejam é processar o policial que os investiga, o procurador que os acusa e o juiz que os julga”, argumenta.

Assista ao vídeo abaixo e deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Facebook

11 comentários

  1. Mary Jane disse:

    Querem mesmo calar a real justiça que é a Lava Jato. Mas não vão conseguir, vão pagar pelos crimes que cometem contra a nação, não terão para onde correr.

  2. Manoel Monteiro disse:

    O objetivo do congresso é colocar uma amordaça no poder judiciário do país

  3. Neuzimar Gomes silva disse:

    Eu apoio. lava jato é a única esperança que ainda nos restas.Não podemos permitir que nada pare essa lava jato.

  4. ISAIAS BARTOLOMEU disse:

    A Lava-Jato faz um trabalho fundamental para o Brasil, porém os procuradores deveriam nesse vídeo ter lido o texto do projeto e apontado onde ele atrapalha a lava jato, e não se comportarem como donos da verdade. Nós devemos antes ler o projeto e depois nos manifestar contra ou a favor!

  5. Wilson Bispo Santos disse:

    O que me espanta disso é a tranquilidade do exmo. sr. Michel Temer, tranquilo, como se ele não tivesse nada a ver com isso, nem ele nem os seus Ministros, como estão indignados hein?…

  6. EDSON GALDINO NUNES SILVA disse:

    ESQUERDOPATAS TEM DE SER VARRIDOS DEFINITIVAMENTE DO BRASIL. NÃO FICAR SEQUER, NEM A POEIRA!

  7. marcelo de jesus pereira disse:

    Os politicos ladrões e vagabundos desse país que não são todos,querem quebrar as “pernas” da força tarefa e paralisar a operação lava jato.Nós povo brasileiro estamos de olho e não vamos aceitar essa sacanagem com nossa gente…O GIGANTE JÁ ACORDOU E COM ELE NÃO SE DEVE BRINCAR!!!

  8. Alexandre disse:

    Fora Moro, Fora Temer

  9. Não vai ser fácil o Brasil se livrar da corrupção e do roubo do dinheiro público. Foram treze anos de desvio do dinheiro público sem ninguém ser punido, é lógico que os políticos corruptos vão fazer tudo para parar a Lava Jato. Agora o povo tem de manifestar e ir para as ruas, se não nada irá mudar.

  10. VANDERLEI disse:

    Estamos juntos a LAVA JATO , estamos juntos aos PROCURADORES e a SERGIO MORO fiquem firmes e não desistam; pois nós estamos contra esta B A D I D A G E M e temos que ir pras ruas pra acabar com estes PARTIDOS DE BANDIDOS que não respeitam a ninguém e querem se blindar F O R A B A N D I D O S

  11. Teo disse:

    Vamos sair as ruas em apoio a Lava Jato; doa a quem doer, nós evangélicos temos que defender as Leis, é nossa obrigação como cidadãos de bem.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Você tem caracteres para usar.