Gospel

Vídeo: Rock in Rio termina com invocações satânicas

o demônio envia a besta com ódio/ Porque ele sabe que o tempo é curto/O ritual começou, o trabalho do satanás está feito

“O demônio envia a besta com ódio/ Porque ele sabe que o tempo é curto/O ritual começou, o trabalho do satanás está feito”, edeclarou o grupo Iron Maiden

O grupo inglês de heavy metal Iron Maiden encerrou o Rock in Rio, que teve público total de 600 mil pessoas. Às 0h10 da segunda (23), iniciou sua apresentação, que segundo o jornal Estado de São Paulo “parecia anunciar mesmo o Apocalipse”.

Leia também: ‘A mensagem é de satã’, diz fã sobre show no Rock in Rio

Na introdução surgiram imagens nos telões mostrando destruição de forças da natureza. Logo depois, apareceu Jesus Cristo em um crucifixo prestes a incendiar. O vocalista, Bruce Dickinson, instigava o público a cantar junto músicas conhecidas como “The number the beast” (em português, O número da besta), cujo letra anuncia: “Ai de vós, ó terra e mar/ Pois o demônio envia a besta com ódio/ Porque ele sabe que o tempo é curto/O ritual começou, o trabalho do satanás está feito/ 666, o número da besta/ Está havendo sacrifício esta noite”.

Durante mais de uma hora, a banda tocou acompanhada pelo seu famoso “mascote” Eddie, um morto-vivo que aparecia soltando fogo pelo crânio nos telões atrás do palco. Perto das duas da manhã, o festival foi encerrado com o Iron Maiden anunciando na última música: “O mal permanece para sempre/ O mal que os homens fazem permanece para sempre!/ Círculo de fogo, meu batismo de alegria parece terminar/ A sétima ovelha morta, o livro da vida está aberto diante de mim”.

Mas esse não foi o único momento de trevas no espetáculo. No final da noite de domingo (22), quem estava no palco era a banda Slayer. Segundo o site Globo.com, “O inferno não é mais o mesmo, mas continua cozinhando como sempre. Sem o ídolo Jeff Hanneman (morto este ano), o Slayer aterrorizou os fãs no último dia de Rock in Rio neste domingo com o peso e a velocidade que se esperava”.

Entre as músicas mais conhecidas, estava “Disciple” (ou discípulo, em português), onde o vocalista grita “God hates us all” (Deus odeia a nós todos). O final da apresentação que teve o símbolo satanista do pentagrama no telão de fundo quase o tempo todo, foi com “Angel of Death”, que diz: “Podre anjo da morte/ Voando livremente/ Monarca do reino dos mortos/ Infame sanguinário/ Anjo da morte”.

Das trevas para a gloriosa luz 

Imagem: Reprodução (Vídeo)Entre os presentes ao Rock in Rio estava o pastor Marcos Motolo que pode contestar quem acredita que o evento é algo inocente, ou apenas diversão musical. Ele sabe como poucos das implicações de se dedicar a esse tipo de invocação e o preço que elas trazem, pois quase teve sua vida destruída por elas.

Marcos Motolo, já foi considerado o maior fã do Iron Maiden no mundo, com 172 tatuagens. Ele estava no festival para dar testemunho de sua transformação de rockeiro ateu em missionário. Ele traz em seu corpo inclusive o 666, em homenagem a canção “The number the beast”. Mas usa isso para pregar: “Eu não acredito que nada que eu tenha venha me prejudicar de alguma forma. A Bíblia fala que nenhuma condenação existe quando a pessoa encontra Cristo. Por isso que você vê muito ex-matador, ex-traficante ou ex-roqueiro que vira pastor”. E ainda conta que oito tatuagens já desapareceram sem cirurgia. Ele crê que as outras também sumirão.

Em um de seus vídeos ele explica: “Eu abro a Bíblia e Deus me revela o que aconteceu na vida de qualquer pessoa ali dentro (…) Desde minha conversão, o Senhor disse que me levaria para os quatro cantos da Terra e, onde eu colocasse meus pés, as pessoas seriam transformadas pelo poder de Deus”.

Leia também: Pr. Lucinho fala sobre loucuras por Cristo e Rock in Rio, em entrevista polêmica

Assista ao testemunho do pastor e registre o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Livres DT

51 comentários

  1. junior cell Aracaju-se disse:

    Uma coisa tenho certeza! Seja no Amor ou na Dor todos vão servir ao Senho!!!!
    Pois foi Cristo quem sofreu, foi Cristo quem pagou um preço muito alto por cada vida.
    Afinal Tudo foi feito por Ele e para Ele.

  2. Diogo disse:

    Já ouvi falar da existência do significado do número 666, mas soube que esse sinal trata-se de implantação de chip, com objetivo de invadir a privacidade da vida da pessoa.

  3. Edson disse:

    “E ainda conta que oito tatuagens já desapareceram sem cirurgia. Ele crê que as outras também sumirão”….. Cada uma que eu ouço! Quer dizer q Deus vai apagando aos poucos, pq não de uma vez ? Porque esse espaço não se dedica a pregação do evangelho ao invés de ficar apontando o dedo na cara dos outros??? Não é essa a interpretação qdo Jesus diz q se deve deixar os mortos enterrarem seus mortos? Ou, melhor, que a nossa enfase deve ser a pregação do amor ao invés da condenação!!!

  4. tiago jose disse:

    não vamos ficar tristes, nem desanimar, com este tipo de evento peçamos a DEUS misericordia por estas pessoas que são manipuladas pelo mal, oremos por elas pois JESUS CRISTO transforma tudo!!

  5. Edson disse:

    Me desculpa amados Irmãos, mas é pura IGUINORANÇIA dos evangélicos, o Rock in Rio foi criado para o publico das trevas e não para os evangélicos, me surpreende é ver evangélicos neste lugar, e não a adoração a satã.

  6. HUMMMbertoh disse:

    “E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro…” (Ap 13:8).

  7. MANO ALMEIDA disse:

    Me pergunto, o que um “pastor” vai fazer em lugar como este? pregar? – conta outra meu filho!!!!!!!!!!!

  8. Marcos Guimarães disse:

    Eu não me espanto com a cobertura dada pela Rede Globo ,eu me espanto com os crentes que foram a esta porcaria.

  9. Marcos Guimarães disse:

    Vamos parar de dizer,vamos riscar do nosso vocabulário essa coisa que os nossos jovens dizem com tanta frequência”que isso ou aquilo,não tem nada haver” pois”” não tem nada haver””é primo do Diabo.

  10. Adinan Mendonça disse:

    Eu fico impressionado é como a imprensa (principalmente a Globo), dá uma mídia escancarada para um evento como esse, que descaradamente invoca o demônio e faz apologia à morte e, depois não toleram serem chamados de filhos do diabo, pois na realidade é isso que eles são, FILHOS DO DIABO. e não me venham pra cá com discursos anti-violência, anti-drogas e anti-mal. BANDO DE HIPÓCRITAS MISERÁVEIS!!!

  11. Nathalia disse:

    Que dor na alma ler essa matéria! :,(
    O mais triste é ver crianças sendo conduzidas para o abismo desde cedo!
    Que Deus tenha misericórdia!
    Vou orar por essas vidas. O Senhor aja em favor delas através dos seus servos que ainda se desgastam por amor as almas!
    MARANATA!

Comentários encerrados.